Síndrome do pânico

“O transtorno do pânico ou síndrome do pânico é uma condição mental psiquiátrica que faz com que o indivíduo tenha ataques de pânico esporádicos, intensos e muitas vezes recorrentes. Pode ser controlado com medicação e psicoterapia. É importante ressaltar que um ataque de pânico pode não constituir doença (se isolado) ou ser secundário a outro transtorno mental.”

No meu caso, tive vários ataques de pânico devido a depressão. É algo um pouco surreal, muito ruim! Meu coração começava a disparar, me sentia meio fora, uma sensação de que estava morrendo. Fui para o médico nas primeiras vezes, mas ele nao achava nada físico, nada no coração. Depois aprendi a lidar com os chiliques atraves da respiração, o yoga foi um execlente professor nesse sentido!

Quando melhorava da depressão, ficava receosa de estar em algum lugar e ter um ataque.

Em 2009 quase parei um curso de atuação por causa disso, mas conversei com os professores que foram super compreensíveis e me deram o maior apoio para continuar. Não tive mais ataques desde então.

________

Sintomas

“Este distúrbio é nitidamente diferente de outros tipos de ansiedade, caracterizando-se por crises súbitas, sem fatores desencadeantes aparentes e, frequentemente, incapacitantes. Depois de ter uma crise de pânico a pessoa pode desenvolver medos irracionais (chamados fobias) destas situações e começar a evitá-las.

Os sintomas físicos de uma crise de pânico aparecem subitamente, sem nenhuma causa aparente. Os sintomas são como uma preparação do corpo para alguma “coisa terrível”. A reação natural é acionar os mecanismos de fuga. Diante do perigo, o organismo trata de aumentar a irrigação de sangue no cérebro e nos membros usados para fugir — em detrimento de outras partes do corpo.

Os sintomas são desencadeados a partir da liberação de adrenalina frente a um estímulo considerado como potencialmente perigoso. A adrenalina provoca alterações fisiológicas que preparam o indivíduo para o enfrentamento desse perigo: aumento da frequência cardíaca e respiratória, a fim de melhor oxigenação muscular; e o aumento da frequência respiratória (hiperventilação) é o principal motivo do surgimento dos sintomas.

Durante a hiperventilação, o organismo excreta uma quantidade acima do normal de gás carbônico. Este, apesar de ser um excreta do organismo, exerce função fundamental no controle do equilíbrio ácido-básico do sangue. Quando ocorre diminuição do gás carbônico ocorre também um aumento no pH sanguíneo (alcalose metabólica) e, em consequência disso, uma maior afinidade da albumina plasmática pelo cálcio circulante, o que irá se traduzir clinicamente por uma hipocalcemia relativa (por redução na fração livre do cálcio). Os sintomas dessa hipocalcemia são sentidos em todo o organismo.”

  •  V.I.D.A.

    Premiado curta-metragem de Geison Ferreira e Vinicius Zinn. …

  •  As Horas (The Hours)

    Com elenco estelar incluindo Nicole Kidman e ganhador de diversos prêmios, mostra como …

  •  O Corpo em Depressão

    Alex Lowen

    “Muitas vezes procuramos explicações complicadas para problemas que nos …

  •  O Médico Quântico

    Amit Goswami

    Me ajudou a confirmar o que já penso: somos muito mais que um cérebro e um corpo …

VOCÊ PODE escrever aqui o que pensa!!! Critique, opine, desabafe!

 
  • 14 / 06 / 2010
    Moabe

    Aqui esta vocês falando sobre síndrome do pânico doença essa que se casou comigo e não quer divorcio .
    cada vez mais fico dependente dos remédios , e quando tenho crises as pessoas dizem não passam de chiliques ou frescura, uma amiga minha me disse uma vez por telefone isso não passa de frescura, não sei se fecho a cara ou não, ela realmente não sabe o que é isso , hoje a melhor amiga dela esta passando por isso , ela disse que a melhor amiga dela que também é minha amiga deveria ter tido a doença quando o irmão dela faleceu , pois ai sim seria um motivo, achei um absurdo ela ter dito isso.Doença não escolhe hora , esta aí uma coisa que não tem preconceitos é Doença, pois não escolhe raça, sexo, rico ou pobre, simplesmente acontece.e Eu cada vez mais e mais dependentes dos medicamentos tarjas preta . Lembro-me quando fui ao psiquiatra que ele disse que eu iria tomar tarja preta o preconceito que fiquei ,e disse que não tomaria ele passou a medicação , minha mãe comprou eu relutei dois dias a tomar, mais quando tomei foi como se meus problemas estivessem 50% acabados , mais só estava começando , estou cada dia mais dependente.Minhas crises foram horríveis tive a chamada desmaterialização que é quando sente como se sua alma saísse do seu corpo e você luta para poder voltar e depois de uns 15 minutos a crise acaba e você acorda e o pior ,O MEDO toma conta, você não quer mais dormir com medo de que aconteça novamente , eu fui até o psiquiatra e contei pedi uma medicação mais forte que me derrubasse que eu apagasse a noite para não ter mais crises e hoje estou aqui ainda com uma aliança com ela , e cada dia mais dependente de remédios.

    Obrigado adorei a matéria bjs

  • 15 / 06 / 2010
    Geison Ferreira

    Moabe apesar de não sofrer com sindrome do pânico nem depressão. Me identiquei com essa questão da solidão. Durante anos fiz estes questionamentos sobre amizades e sempre quis estar rodeado de pessoas. Com o tempo fui me descobrindo, e aprendendo a conviver comigo mesmo (sei que as vezes parece impossivel). No meu caso, quanto mais “amigos” menos eu era eu mesmo. Sempre fui “o amigo de fulano”, “o brother de alguém” e isto me afastava do que realmente eu era. Irracionalmente era uma fuga, uma maneira de não olhar para as coisas que eu precisava resolver em mim mesmo. Aos poucos fui me desvendando, me descobrindo. É uma realidade: Nascemos e morreremos sozinho! Parece cruel, mas é uma verdade.
    De verdade, hoje eu tenho enorme prazer em estar sozinho, ir ao cinema sozinho, passear sozinho… Se não tivesso olhado para mim e trocado o multiplicar por somar (ser mais seletivo com as pessoas que me rodeiam) eu nunca teria chegado ao Pensamentos Filmados, nunca poderiamos estar tendo esta conversa, esta troca.
    Talvez valha a pena trocar de alvo, mire em você! Não nos outros sabe.
    Obvio que no seu caso tem o agravante da doença, mas pelo que vi você já está se tratando com medicamentos. Não tenha medo de se olhar, se enxergar. E faça isso sem pré-conceitos. Grande abraço.

  • 19 / 06 / 2010
    ana maria saad

    querido moabe menino,
    uma coisa você certamente aprendeu: casamento quando não funciona é trágico!
    e varias outras coisas! releia seu próprio depoimento, como vc está consciente de seu proprio processo de vida…
    vou dividir com vc o meu ultimo episodio de panico, que tive ha quase dois anos atrás, de reepnte ajuda!
    bom, foi terrivel, fiquei fora também, varios minutos foi horrendo! depois logo em seguida acordei a noite com outra crise e aí comecei a ficar com mto medo de ter outras crises. e aí encarei o medo e percebi que tinha medo pq nao sabia como agir em caso de crise, já que perdia o controle. aí aprendi que com a respiração completa e serena eu amenizava a crise, mas melhor de tudo aprendi: dane-se o controle! se acontecer aconteceu, faz parte de algo que tô aí para ir aprendendo e para tanto é preciso PACIENCIA!
    c cuide! você é mto inteligente! e fale pra sua amiga ler o “sexo é tabu?”
    bjoka

  • 25 / 07 / 2010
    jader santos por favor alguem me responda

    bom, eu tenho 18 anos tive minha primeira crise aos 7 anos,desde la eu tive essas crises durante toda vida, elas acontecem todo dia, e quando tenho uma crise ela nao passa, dura o dia todo so para quando eu vou dormir,teve uma epoca em que eu nao saia de minha casa,meus pais diziam que era frescura minha mas eu reconhecia que tinha uma doença, entao comecei a pedir ajuda, eles me levaram em uma psicoterapeuta que indicava medicaçao homeopatica que me ajudou a enfrentar o medo, mas as crises nao cessaram, apenas diminuiram as frequencias, hoje em dia ainda tenho as crises e convivo com elas, mas o fato é que,quando leio sobre o problema em revistas ou na internet, os sintomas citados sao um puco diferentes do que eu sinto, sinceramente acho que tenho um problema nao conhecido pela ciencia, eu sinto durante a crise uma forte tristeza, medo, distorçao da realidade(tenho a sensaçao de nao estar na relidade de estar em um sonho),dificuldades de me comunicar… eu nao consigo prever as crises elas acontecem do nada durante o dia ou noite mas sempre quando estou fora de casa, acho que isso tem forte relaçao com um problema fisico do que mental,eu sou extremamente magro, sinto forte ansiedade antes de meus compromissos como por exemplo a escola, sinto vontade de morrer acho que sou so eu que tenho este problema estou com medo preciso de ajuda.

  • 28 / 07 / 2010
    Ana Maria Saad

    oi jader,
    primeiro vc nao esta sozinho, e acredite isso que vc descreve eu ja senti e mto! qdo tb tinha 18 anos!!!
    primeira coisa: vc faz terapia? vai em psiquiatra? toma remedio? leia aqui no site a parte “opçoes de tratamento” e va atras de um profissional qualificado, pois tem jeito de melhorar sim! eu melhorei, demorou pra achar meus tratamentos, mas melhorei! vc precisa mesmo de ajuda profissional e venha aqui falar, desabafar, pois isto ajuda mto tb! e diga para o medo que ele é um bocó, pois tudo passa!!!!
    c cuide!!!
    bjoka

  • 16 / 02 / 2011
    Raphael Duarte de Freitas

    Bom ! em relaçao a sindrome do panico eu nao tenho muito o que questionar ou dizer ;/ só sei que essa duença faz voce ou qualquer outra pessoa sofrer muito em si , vo contar a minha historia em poucos detalhes mais que quase acabo com minha vida, tenho 18 anos fiz em junho dia 24 do ano passado , é complicado vivia minha vida normal , namorava tenho uma familia legal sabe todos gostam de mim , convivo com todos, so muito estudioso etc, mais ae aconteçeu que tive brigas no meu relacionamento terminamos o namoro ae eu meio que fiquei sem saida, sem destido nao sei se foi isso que aconteçeu que mexeu comigo mais , tenho quase certeza quando ainda hoje olho nos olhos dela, , meus pais tambem se separaram quando eu tinha 11 anos de idade , bom o que aconteçeu foi em um dia normal sabe em casa no meu computador ;/ eu so uma pessoa que me preocupo muito com as coisas, com duenças etc, fico logo preocupado , faço o maximo praquilo passar eu viver minha vida normalmente como o normal . ae nesse dia a dois meses atras meu braço começo a tremer sabe sozinho mesmo meus musculos se contorçendo tremendo abessa eu achei estranho ae eu falei pra mim mesmo estranho olha meu braço =o ae ta bom depois paro deu 5 minutos , meu coraçao disparo palpito muito sabe , pareçia que eu iria morrer nunca tinha sentido aquilo , ae como eu estava no pc fui correndo pra sala disse pros meus pais, meu pai dsse que era frescura minha como eu tava com aquilo se eu tava no pc nada tinha aconteçido ,sair correndo pro hospital sozinho sabe , sem pensar em nada, se pudesse desmaiar na rua ou nao sei o que podia aconteçer o pior , fui correndo pro hospital chegando la minha pressao estava 14 por 10 , ae como eu vi uma fila enorme pra ser atendida, mesmo conciente eu me joguei no chao como se nao aguentasse mais aquilo como se meu corpo , sei la tivesse com alguma duença eu tivesse, com alguma duença mesmo sem sentido nenhum , mesmo sem eu ter saido de casa tirei a pressoa 14 por 10 ae conforme desmaiei , fui logo ser atedido na emergencia, ae cheguei la , fiz isame de sangue, fiz eletro, esperei 3 horas pra todos os isames e o resultado o que deu NORMAL VOCE NAO TEM NADA ´-´ como isso ? eu sei la fiquei achando incrivel como isso cheguei aqui quase morrendo , vendo a morte me perseguindo , meu coraçao quase saindo pra fora do peito como isso ? perguntei ao medico mais de 5 vezes ta tudo certo mesmo cara tudo certo ? e o eletrocardiograma ? ele disse voce nao tem nada ta bls sia do hospital com a maior cara de lezado maluco , cheguei em casa fui deita , ae começei a passar mal de novo sabe qual a pior sensaçao ? é voce chegar no hospital , RUIM QUASE MORRENDO , e sair RUIM . olhando pra tras pro hospital e dizendo quero voltar quero volta, meio fora de si meio fora normal eu tava totalmente fora da realidade, nao sentia as pessoas ao meu redor , nao sentia nada, só esperava pelo pior ;/

  • 16 / 02 / 2011
    Raphael Duarte de Freitas

    . Bom . passo esse dia eu continuei passando mal deitado eu disse tia eu to com um problema no estomago ta duendo muito sei la to com um mal estar, ta meio desconfortavel sabe to sentindo uma coisa que nao sei como explicar é diferente nunca senti isso to com um medo de morrer, e começava a chorar comigo mesmo chorar muito com medo da morte, ;/ chorava abessa, ae meeu pai me levo ao medico eu cheguei la novamente quase morrendo meus pés tremendo , meu coraçao palpitando , fiz mais isame de sangue, enfim contando minha historia fiz 4 ISAMES DE SANGUE, 2 ELETROCARDIOGRAMA, FUI 8 VEZES AO HOSPITAL EMM 3 HOSPITAIS DIFERENTES e os medicos apenas me disseram VOCE NAO TEM NADA nao sei o que , e eu ali sentia aquilo sabe , meu coraçao palpitando dor no peito , dor de cabeça, ficava deitado nao pensava em niguem , estava distante de todos da vida, pra mim aquilo era o fim de tudo , eu tinha um enorme medo de morrer, tenho 18 anos sabe quero viver contrui uma familia e sentir aquilo é a pior coisa do mundo , ae nao souberam o que fazer comigo me leveram pra casa da minha mae em queimados, ae la como meus primos tios familiares, sao cristoes . vivem na igreja, começaram e dizer que meu problema era espiritual sabe começaram a me levar a igreja durante dias 7 dias e pastores diziam que aquilo era problema espiritual qe pessoas tinham mandado feitiço pra mim nao sei o que , inveja , e mais uma garota nova me mando macumba etc pra eu ter isso , que queria me matar . falava que era o euzebu outro falava de exu etc, aquilo mexia mais com minha mente, mais medo me dava eu passava mal meu coraçao disparava , dava uma vontade imensa ded sair correndo me joga na frente de um carro ou ir em um hospital fica internado tomar só remedios e remedios pra durmi nunca mais acorda , e aquilo me trouxe muita depressao do nada me dava vontade de chorar eu chorava demais meu coraçao acelerava eu sentia mais medo ainda de morrer ;/ minha cabeça pesava sabe muito pesada mesmo aquele negocio como se nunca fosse parar, e eu colocava mais miola na cabeça que era espiritual coisa de nada haver sabe afinal se fosse espiritual . eu sentia aquilo afinal é meu corpo é minha mente eu sei quando é ou nao é as coisas e mais as pessoas me oravam mais eu falava isso nao é problema espiritual eu tenho uma duença eu tenho algo cara e é horrivel ;/ eu nao sei o que é ae eu começei a ter nausea vomitei 3 dias seguidos , tudo que eu comia passava mal vinha aquele enjo , ae eu tinha que ir pro medico tomar soro e mais soro , por que estava fraco e ja estava como se tivesse morrendo , ae num dia de osl normal do nada meu coraçao disparo eu vomite, mais eu vomitei com muita força ae aquela veia minha do pescoço arranho sei la ae saiu um poco de sangue no vomito pronto , só foi eu ver o sangue, EU TO MORRENDO ME LEVA PRO H OSPITAL ME JOGUEI NO CHAO MESMO CONCIENTE E PENSANDO POR QUE EU FIZ AQUILO EU NAO SEI PASSAVA TANTOS PENSAMENTOS RAPIDOS SABE .. ae eu chegava no hospital abria o olho eu tinha ido tantas vezes que os enfemeiro ja sabiam e diziam , RAPHAEL DE NOVO =o pode trazer pra cá , ae eu tava deitado sem esperança meu coraçao disparaod eu com medo de morrer ;/ veio uma medica com mais um isame de sangue meu e disse seu coraçao pareçe de criança voce nao tem nada ;/ eu ja sei seu problema ja sei mesmo ; voce nao precisa ter medo isso passa vamos conversar ;/ ae ela me disse isso que voce tem , nao é nada de espiritual nao é nada de maluquisse é uma duença chamada SINDROME DO PANICO . e tem tratamento pra isso sabe . e eu me perguntava mais isso mata mais isso eu vo morrer ? perguntei 12 vezes seguidas, eu vo morrer isso mata ? sabe com aquele medo enorme dentro de mim de morrer mesmo eu nao tendo nada fisico que os medicos ja diziam , tinha tirado 5 isames de sangue 3 eletrocardiograma , até chapa do peito eu tirei e nao deu absolutamente NADA =o

  • 16 / 02 / 2011
    Raphael Duarte de Freitas

    enfim é complicado sabe , voce ir passando mal quase morrendo seu coraçao disparado voce vomito o dia todo , e a medica dizer voce nao tem nada isso é psicologico isso so voce vai vençer, ela me passo o fluoxetina , fiquei tomando durante dois meses , aquilo me aliviava um poco eu nao passava mal mais o medo de morrer continuaava sabe continuava forte mesmo , eu ficava 18 horas do dia totalmente fora da realidade, eu tinha irrealidade, desrealizaçao , senti todos os sintomas da sindrome do panico , no dia da eminencia de morte, eu estava dentro da igreja, senti aquela queimaçao no peito forte, meu coraçao disparo eu entrei em desespero , a primeira ambulancia que eu vi passando eu me joguei no chao eles me levaram pro hospitla e novamente nao tinha nada mais sabe eu respirava saia aquele negocio quente da boca como se eu tivesse queimando por dentro eu nao sabia como explicar só tinha muito medmo pareçia que eu estava morrendo , senti todos os sintomas, hoje ainda com 18 anos fazem 2 meses que tenho sindrome do panico e eu ainda nao me livrei disso TENHO SINDROME DO PANICO , o fluoxetina acabo eu coloquei na minha cabeça eu nao tenoh nada fisico pra que eu vo me preocupar se meu coraçao acelera é só eu deita ou sei la ele vai se acalmar uma hora ele vai se acalmar é o que to fazendo , to sem psiquiatria, to sem remedio algum nao quero tarxa preta, nao quero nada quero apenas vençer isso sei que nao vo conseguir vençer sozinho sem um acompanhamento algo do tipo as vezes na rua dá moh vontade de me jogar da ponte, um medo danado de desmaiar dentro do onibus com pessoas, minhas maos começama suar, fico o dia todo desrealizado sabe , fico o dia todo na irrealidade, mais tenho certeza que isso é uma fase e um dia isso vai passar em março agora vo primeira vez ao psiquiatra la conversa com ele ele vai entender o que passei como todos voces tao lendo minha historia ;/ é muito complicado pra mim eu via uma ambulancia na rua me leva to morrendo era assim mesmo e me jogava no chao mais hoje vejo uma ambulancia dá vontade de me jogar, meu coraçao fica palpitando desparado mesmo , mais minha pressao é 12 por 8 nao tenho pressao alta, nao tenho duenças fisicas pra que vo me preocupar, me seguro firme ali nao me jogo no chao sei que é dificil pra mim sozinho sei que é complicado mais Deus ta comigo vo fazer o que fica me jogando no chao mesmo conciente , vo fica deixando que o coraçao acelere e me leve ao hospital sempre ? nao eu tenho que lutar contra isso assim espero lutar ;/ seja quanto tempo for necessario até isso acabar por que isso tem um fim eu sei disso , hoje tenho sindreome do panico , faz 2 meses nao toom remedio , nao vo a psiquiatria a yoga a nada esto aqui no computador escrevendo minha historia e com vontade de viver, sei que essa sindrome nao foi embora por que sinto ela ainda dentro da minha mente mais ela vai sim com força de vontade, to vivo aqui certo ? passei por 8 vezes no hospital , nao me joguei da ponte no momento do desespero , me joguei no chao , nao me joguei na frente do trem , apenas tentei sentar, e dizer pra mim mesmo um dia passa eu nao vo morrer, afinal sindrome do panico nao vai me matar so novo ainda nao tenho problema fisico algum , enfim isso e´minha historia longa ;/ é complicado mais com luta e determinaçao quem sabe eu consiga;/ me acho hoje uma pessoa forte e corajosa, to sem remedio sem psiquiatra sinto o que sinto e to aqui em pé ;/ espero que todos leiam minha historia e saiba mais sobre mim se quiser entrar em contato

    raphaelsinho123@hotmail.com > msn
    raphaelduartestan@gmail.com > orkut

  • 16 / 02 / 2011
    Ana Maria Saad

    Raphael,
    que história, hein! Valeu por dividi-la aqui com a gente! falar sempre ajuda!!! e ajuda outros tb que passam pela mesma situação! as minhas crises de panico tb começaram aos 18 anos! só que eu nao tinha essa cosnciencia que vc tem!
    vc é mto consciente, que bom!!! e sem duvida vai melhorar e aprender mto sobre vc mesmo com toda essa situação!
    mas va em busca de ajuda!!!! uma doença assim é sinal de que algo mais fundo nao vai nada bem! é preciso ir a um bom psiquiatra que vc confie e é preciso fazer terapia! tem varias linhas!!! inclusive corporal! o yoga ajuda mto na questão da respiração (eu aprendi a controlar as crises de panico ate elas sumirem graças ao Yoga, a consciencia da respiração, do corpo), enfim tem mil maneiras de melhorar e pelo que vi vc quer mto, o que é o mais importante! e saiba que enfrentar uma doença assim com consciencia é uma transformação e tanto! paciencia contigo, menino corajoso!
    bjoka

  • 17 / 02 / 2011
    Raphael Duarte de Freitas

    ! Brigado mesmo Ana maria pelas dicas eu queria me desabafar mais sabe ;/ as vezes fico confuso sei que tenho coragem esto dois meses sem remedio sem psiquiatra, mais vejo que preciso de ajuda, queria conversa com voce tirar umas duvidas minhas se possivel pode me passar algum contato msn ou orkut algo do tipo pra eu me desabafar, sei que vençeu a sindrome do panico e assim conquisto o que eu mais to precisando é vençer ele ;/ cada dia pra mim levo como se fosse o ultimo da minha vida, fico desrealizado , fico totalmente fora de si seja na escola seja em casa mais tento continuar minha vida é tudo estranho ao meu redor mais fazer o que ;/ enfim se puder me passar algum contato de msn ou orkut agradeço preciso muito me desabafar sobre algumas coisas rs Bjokas !

  • 17 / 02 / 2011
    Ana Maria Saad

    oi raphael!
    querido t mandarei um email, blza?
    bjoka
    e nao esqueça: tudo passa!!!

  • 10 / 05 / 2011
    Danusa Mulford

    Força de vontade!!
    Bem, é difícil falar de força para alguém que estar sofrendo com a SP , ainda mais quando passa por crises freqüentes, juntamente com depressão ..
    mas estou aqui para postar Ana , e caros leitores, que recomecei meu tratamento , e estou me sentindo bem melhor , sem ansiedades, sem náuseas, sem medo etc…
    estou sendo tratada com paroxetina e amitritipilin ,e minha psq. estar retirando meu rivotril, estar dando resultado! mas os primeiros dias, foi muito difícil pensei em desistir, vomitei muito, senti vista turva … mas já estou bem tranquila, voltando as minhas atividades escolares, a postar no meu blog em fim a fazer tudo o que gosto !
    Eu acredito que uma pílula pode me ajudar, mas, mais ainda só quem pode fazer a cura sou eu mesma, vencendo cada dia vou seguindo e acredito que o auto- esforço produz uma vontade enorme de vencer o pânico!!

    abraço a todos
    dani

  • 10 / 05 / 2011
    Danusa

    Ana gostaria de ter vc no meu msn me add danusa.nm@hotmail.com
    fica na paz

  • 10 / 05 / 2011
    Ana Maria Saad

    oi dani!
    feliz de saber q vc ta melhorando e tem consciência de que alem do remedio é preciso outras coisas para a melhora!
    bom saber! obrigada!
    bjoka

  • 10 / 05 / 2011
    Ana Maria Saad

    dani vou anotar seu msn, mas ja aviso q eu uso mto pouco, mas a gente vai se falando pelos comentarios, blogs, etc e qdo eu entrar no msn por ele tb!
    bjoka

  • 16 / 05 / 2011
    Danusa Mulford

    Bem estou em mais uma etapa do tratamento onde a minha psq. estar retirando o rivotril, eu diminui 2 mg para 1 mg e passei dois anos tomando 1 mg pra dormir ou me acalmar, mas o remédio não tratava minha SP daí agora ela desceu 1mg para 0,05 durante 15 dias e depois eu tomo a metade do comprimido..
    e daí sigo meu tratamento com amitritiptilina de 20 mg + paroxetina de 40 mg por noite, estou melhor , me sinto ótima o efeito desses dois remédios tem sido eficaz para meu caso, mas deixar o rivotril é mais um desafio, e não quero desistir embora sentindo muitos tremores, inquietação, menos sono, perda de boa coordenação motora, para exercer atividades do dia – dia , escrever, pintar um unha, fazer uma maquilagem etc..
    Eu tenho uma força de vontade muito grande de sair das garras do Rivotril falta pouco!!

  • 16 / 05 / 2011
    Ana Maria Saad

    danusa que bom!!!!
    bom saber q vc ta melhor! e como eu sempre bato na mesma tecla: alem dos remedios e terapia psicologica é necessaro buscar tb as terapias corporais e se puder fazer yoga, pois ajuda demais, principalmente quem tem panico! quem sabe fazendo yoga vc com o tempo conseguira deixar o rivotril e ainda assim se sentir bem!
    c cuide!
    bjoka

  • 27 / 06 / 2011
    michaeli naiure serafim

    Eu sofro de sindrome do panico a tres meses sinto a sensacao de que vou morrer tenho duas filhas e estou perdida,desesperada mais tudo bem a vida e assim .

  • 28 / 07 / 2011
    Danusa Mulford

    Olá pessoal! Mais uma vez passando por aqui, para deixar uma informação importante: para quem mora aqui em Recife -PE , sobre a fundação AMPARE, Fundada em 23 de Abril de 2001 por um grupo de amigos portadores do transtorno do pânico e idealizada pelo Médico Pernambucano Wilson Alves de Oliveira Jr, a AMPARE (Associação dos Amigos dos Pacientes de Pânico em Recife) existe para “amparar” pessoas como você, que estão precisando de ajuda. Apesar de criada inicialmente para os pacientes com Pânico, hoje a AMPARE acolhe também os pacientes com Depressão,TOC, Transtorno Bipolar, Hiperatividade, Déficit de atenção, demais transtornos de ansiedade e do humor.
    eles disponibilizam de psiquiatras e psicologos a preços populares! informem-se mais nesse site : http://www.ampare-pe.com.br/sobamp.htm

    Eu fiquei muito contente e saber que perto da minha casa existe uma fundação que se preocupa com a saúde mental de quem sofre de SP etc.. vale a pena pessoal abraço a todos!

    Danusa.

  • 30 / 07 / 2011
    Ana Maria Saad

    oi danusa!
    q bacana!!!

    valeu pela dica, vamos depois fazer um post com esse serviços!!!
    super bjoka

  • 02 / 09 / 2011
    carlos

    tenho trantorno de panico,a mas de onze anos que fao tratamento com medicamentos fortes,fui internado tres vezes,e continua nao sei mas o que fazer acho que vou morre dessa triste doença,nao paro de chora com medo.O medo ja mim controla totalmente nao faço nada acabou minha vida!

  • 05 / 09 / 2011
    Ana Maria Saad

    carlos, calma!!!
    tem jeito de vc melhorar sim! o problema é que a gente nao fica sabendo das diversas possibilidades de tratamento alem dos psiquiatras e psicologos! existem mais de 50 tecnicas para nos ajudar a melhorar! acho que assim q vc encontrar a combinação de tratamentos certos pra vc e os profissionais q vc tenha confiança vc melhorara!
    vc ja ouviu falar da medicina integrativa? ela alia a modernidade da medicina convencional, os remedios por exemplo, com tecnicas da medicina tradicional: yoga, acupuntura, meditação, homeopatia, etc.
    uma doença dessas nao vem a toa! seu cerebro nao entra em curto circuito do nada! é preciso is nas causas da doença, e para isso é preciso se conhecer, conhecer a prorpia historia, infancia, familia, etc… e para tanto é preciso terapeutas e tecnicas variadas!
    pra vc ter uma ideia eu somente melhorei do panico depois de praticar yoga, pois melhorei da ansiedade e aprendi a controlar as crises com tecnicas respiratorias!
    ou seja: tem jeito sim! aqi mesmo no site tem mil dicas de opções de tratamentos http://www.pensamentosfilmados.com.br/br/opcoes/ e serviços gratuitos! de uma olhada e nao desista de vc! http://www.pensamentosfilmados.com.br/br/servicos-que-podem-te-ajudar/ serviços gratuitos ate!

  • 17 / 12 / 2011
    monica

    estou com depresão e sindrome do panico estou afastada do trabalho as vezes cinto vontade de desistir .as vezes me sinto sozinha fraca, não posso mas viver com essa doença quero ficar curada quero minha vida de volta ,faço tratamento com psiquiatra .mas ainda sofro acredito que só deus pode me ajudar.

  • 19 / 12 / 2011
    Ana Maria Saad

    oi monica!
    a unica pessoa que pode te ajudar a melhorar é vc mesma! nao coloque sua melhora apenas nas maos de Deus, pq ele pode jogar a corda pra vc sair do fundo do poço, mas o esforço de pegar a corda e subir é seu!
    primeira coisa por experiencia propria: aceite q vc esta doente! do mesmo jeito que alguem tem pressão alta ou diabetes, vc esta com depressão e panico, pq somos apenas seres humanos e estamos sujeitos a adoecer!
    segundo: alem do psiquiatra busque psicoterapia, pq uma depressão nao vem a toa! panico nao vem a toa! podem ser sentimentos reprimidos que começam a pipocar em vc e te adoecem, por isso é importante fuçar no seu historico de vida, se conhecer, conhecer como sua mente funciona, seus pensamentos, se vc passou por traumas na infancia, perdas, abusos, enfim! ache um psicoterapeuta da sua confiança e busque se conhecer! va arrastada fazer exercicio fisico pq ajuda!
    eu melhorei do panico depois que comecei a fazer yoga pq aprendi a respirar e controlar as crises!
    enfim: tem jeito de melhorar, mas primeiro aceite, busque ajuda de varios profissionais e se dedique a vc!
    c cuide!
    bjoka

  • 06 / 03 / 2012
    Taís

    Oi gostaria de contar minha historia a vocês para poder ter alguma ajuda!!!
    eu tenho crises desde os 7 anos de idade, as vezes eu estava brincando e do nada batia um panico e eu saia correndo e gritando ai depois de uns minutos passava.Quando eu tinha uns 11 anos meus pais me levaram no medico e sempre me tratei para depressão.Estou agora com 18 anos e eu sinto um panico e um medo constante não é simplesmente uma crise que da e passa agora estou com isso todos os dias o dia todo, sinto como se nada fosse real, como se eu não soubesse quem realmente sou, como se não fosse passar nunca!!!por favor me respondam muito obrigada

  • 06 / 03 / 2012
    Taís

    Oi gostaria de contar minha historia a vocês pra obter alguma ajuda!!

    Segundo o diagnostico dos médicos daqui da minha cidade, eu tenho sindrome do pânico,
    ela se manifesta a muito tempo ja de formas diferentes, tudo começou quando eu tinha em torno de 7 anos de idade,
    passei por umas situaçoes dificeis como por exemplo o divorcio dos meus pais e a morte de minha avó materna que me cuidava(não sei se isso por ter sido o motivo do meu problema), depois de ocorrido esses fatos, as vezes eu estava brincando ou fazendo qualquer coisa e derrepente me vinha uma sensação horrivel um medo do nada e eu saia correndo e gritando e logo em seguida passava. Ai quando eu estava mais ou menos com 11 anos de idade meus pais me levaram em uma psicologa e em medicos e começei a tomar medicação para tratar depressão (porem nunca fiz nenhum tipo de exame para saber o que é). Segui minha adolescencia toda tomando medicamentos para depressão, mas nunca passava realmente, agora estou com 18 anos e um ano atras mais ou menos procurei um medico que me disse que poderia ser a sindrome do panico, e continuei indo a psicologa (que nunca deixou claro o que eu tinha), mas não funcionou.No final do ano passado a psicologa me liberou das consultas e o psiquiatra baixou minha dose do remedio, em janeiro desde ano piorei de vez.
    OS sintomas que eu tenho sao: medo, panico, sensação de que nada é real, de que eu não sei quem realmente sou ( porem faço tudo normal em minha vida, trabalho, estudo, mas com esses pensamentos sempre), de que nao sei de onde tudo vem sei la mais ou menos isso.
    So que eu fico com esses pensamentos e sensações o dia todo todos os dias, não como descrevem nas materias que as crises duram em torno de 15 min.Isso é normal:?

    O que devo fazer? pelo que descrevi é realmente sindrome do panico que tenho?
    espero que me respondam o mais rapido possivel, obrigada

  • 07 / 03 / 2012
    Ana Maria Saad

    oi Taís,
    que sofrimento, hein! mas vc verá que ele no fim das contas te ajudará! foi o que aconteceu comigo! depois que a gente aceita de verdade q a doença existe, que não funcionamos de modo “normal” (alias normalidade não existe!) e mergulhamos no autoconhecimento a gente melhora e renasce!
    bom, a gente aqui jamais poderia fazer um diagnóstico porque não somos médicos.
    mas falando da minha própria experiência: busque médicos e terapeutas que sejam adeptos da medicina integrativa, que alem dos remédios usam terapias complementares e alternativas, e por que? porque o foco do seu tratamento tem que ser você e não a doença! se vc desenvolveu pânico, a abordagem para tratar vc será diferente da que usaram comigo porque você tem todo um histórico de vida e família típicos seus!
    portanto é preciso alem dos remedios e da psicoterapia: terapias corporais, massoterapia, meditação, yoga, entre tantas técnicas que ajudam a ter bem estar e a vc mergulhar em vc!
    quem sofre com essas doenças precisa de mudança no estilo de vida! e por isso que yoga ajuda tanto nesse ponto!
    vc ja esta em sofrimento ha anos e acredito que seja porque infelizmente ainda nao encontrou a combinação de tratamentos adequados que te levem a se conhecer, a entender o funcionamento da sua mente (pensamentos, emoções), porque ela está doente, mas vc não é a mente doente! e nisso yoga e meditação te ajudarão muito! mas se prepare: vc realmente renascerá!
    existem varios tratamento a disposição, infelizmente sao poucos profissionais que tem esse conhecimento, mas vc achará!
    melhoras!
    bjoka

  • 08 / 03 / 2012
    ana

    oi gente, tenho sp desde criança e já fui chamada de tudo, doida, fresca, desocupada etc.faço tratamento a anos com remédios, psicologa e psiquiatra. antigamente não tinha amigos, vivia sozinha e sofria muito preconceito.vivia no Rio de Janeiro, e tinha medo de falar até no telefone com meus familiares aqui de Pernambuco, ia para o quarto apagava a luz e ficava sozinha, tendo como companheira a solidão, e o pior de tudo gostava.sabe por que?porque esta era a maneira que eu encontrava para fingir que estava tudo bem.era a modo que eu encontrava de me proteger dos outros,para não ser mais humilhada e rejeitada. Então resolvi dar um basta na situação me matriculei no magisterio, me formei como educadora, fiz pedagogia e estou terminando a pós de psicopedagogia tudo isso para poder ajudar crianças que assim como eu sofreram com preconceito dentro da sala de aula, sendo chamada de burra, pespalha etc.. por pessoas que estavam lá para ajudar e atendiam pelo nome de professor. Eu não era burra muito menos paspalha apenas tinha sindrome de panico,e transtorno de aprendizagem, quando eu era crianças, não aprendia a ler e escrever. fiz varios exames e tratamentos foi quando a medica disse para minha mãe que tudo era no tempo certo, que eu iria ler e escrever mais na hora que eu estivesse preperada.e isso aconteceu quando eu tinha 10anos,levo esse momento triste da minha vida como experiencia para dentro da sala de aula, vejo o meu aluno com outro olhar, estou sempre ao seu lado,e não julgo seu comportamento e suas atitudes como se fosse o seu carater,Não digo que o mais agitado, e uma peste, eo mas queito de paspalho e demente. eu era a somatoria dos dois muito quieta, medrosa e calada todo dia tinha dor de barriga quando ia para escola, mais quando a professora pedia para eu ler algo na frente de todos e não conseguia ficava agitada e respondia brava.Hoje aprendi a conviver com a sp e os remedios, ja tive a oportunidade de ajudar varias pessoas.sou muito feliz pois tenho um DEUS vivi que olha por min, e não ligo mais para que o mundo vai dizer, tenho amigos martavilhosos e mato um leão por dia com a ajuda deles,agradeço a DEUS por telos na mlnha vida e principalmente a minha familia e a IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS COMUNIDADE ABREU E LIMA DO PASTOR JADELSON. obrigada pela oportunidade de desabafar contanto um pouco da milha vida. beijos

  • 09 / 03 / 2012
    Ana Maria Saad

    oi ana!
    q bacana sua história! e q bom saber q vc tb usa dela pra ajudar outras pessoas!
    obrigada pelo depoimento!
    bjoka

  • 17 / 04 / 2012
    Helton

    oi gente, tenho 16 anos e tenho sindrome do panico desde 2009 mas antes eu tinha uma tristeza e angustia sem saber o que era e tinha TOC manias que tem que fazer ou entao algo ruin iria acontecer, depois em 2009 comecei a ter uns medo estranho e pensamentos fora da realidade, me dava sintomas de medo,pensamentos que aparentavam perigo,coraçao batia rapido e eu nao conseguia respirar nem engolir,mas me dava esses sintomas na escola e em 2009 eu parei de estudar no meio do ano por que eu nao conseguia nem sair de casa por que me dava sensação ruin de que iria morrer ou desmaiar, todo mundo me falava que era frescura ou que eu queria para de estudar e tava inventando coisas mas parecia muito real que eu tava morrendo, dai atrasei 1 ano de minha vida por ter repetido a 7º série, depois em 2010 consegui ir pra escola mesmo me dando os meus sintomas de que iria desmaiar ou vomitar e dificuldade para respirar. Fui ao psyquiatra 1 vez e ele me disse que eu não precisaria tomar medicamento pois eu poderia me curar sem eles e eu até gostei da ideia por que não queria depender ou me viciar em remédios, em 2011 o ano foi bom consegui ir na escola e em varios lugares sem tanto medo nem angustias ou ansiedades parecia que eu estava curado(psiquiatra tava certo xD) mas depois ao final de 2011 começou a voltar tudo denovo os medos e pensamentos que algo ruin iria me acontecer e que eu estava com algum problema, hoje ainda estou com os medos e sensasao ruin em casa e na escola e em qualquer lugar que eu ir eu tenho isso nao sei como me curar ja fui em igrejas,tentei encarar os medos,tentei fugir deles e nada da certo nao sei o que fazer, só queria me livrar disso e ter minha vida de volta. Na escola sempre fui um cara isolado não falava muito com os colegas só depois de um tempo comecei a participar mais da aula mas ai os caras começava a me zuar e hoje sou o mais afastado da turma não falo com quase ninguem la por que sempre me da essas coisas ruin e eu nao consigo nunca pensar nem me controlar direito la, aqui em casa tambem me da as crises, acho que vou procurar um psyquiatra ou psykologo para me ajudar pois esta voltando tudo de novo e continuarei indo na igreja e lendo a biblia até encontra um geito para aliviar ou evitar o medo. Obrigado quem leu Flws!!! xD

  • 17 / 04 / 2012
    Geison Ferreira

    oi helton!
    o que vc tem é uma doença, logo vc precisa mesmo ir em busca de ajuda terapeutica e medica. essas doenças não sao de tão facil diagnostico como uma pressão alta, por isso é bom r em alguns profissionais diferentes pra ter algumas opiniões.
    e essa doença q vc tem não veio a toa, as doenças da mente estão mto ligadas ao ambiente em q vivemos, q não é nada saudavel.
    por isso a terapia é tao importante! ela vai t ajudar a se conhecer, a se descobrir e isso t ajudara a melhorar!
    busque profissionais q tenham uma visão integral do ser humano, ou seja q tratem nao so a doença, mas q o foco seja vc: seu corpo, mente, ser. seu historico de vida.
    tem como melhorar sim, va em busca dos seus tratamentos, de uma olhada nesse link q tem varias opções e conte com a gente!
    ate!
    http://www.pensamentosfilmados.com.br/br/servicos-que-podem-te-ajudar/

  • 09 / 05 / 2012
    lourdes santos

    tenho sindrome do panico e estou em tratamentos há quase quatro anos é muito dificil conviver com essa doença e tem muitas pessoas que acha que comodismo em vez de ajudar ,só piora a sitação da pessoa só quem sabe é quem tem , é uma sensação de medo , horrivel de se comunicar com outras pessoas quer se isolar no meu caso além de tudo isso a insegurança é outra aliada dessa depressão.

  • 09 / 05 / 2012
    Xicletinha

    Assistam este lindo video falando sobre OS MEDOS e a origem deles. Embora infantil o video passa uma linda mensagem sobre como podemos encontrar forças dentro de nós para vencer o medo!

    O link do video no you tube é: http://www.youtube.com/watch?v=mNbOMF8PWZA&feature=youtu

  • 21 / 06 / 2012
    hermilene olveira lopes

    tenho sindrome do panico sinto tremores falta de ar fico desesperada fiz eletro do coraçao estou com muito medo de pega o resultado sa vesez penso em suicidio e muito ruim

  • 22 / 06 / 2012
    Geison Ferreira

    Oi Hermilene,
    Eu também tenho estes medos de pegar resultados de exames, pois a gente sempre pensa no pior. Mas ao mesmo tempo eu penso que o diagnostico irá me ajudar a resolver o quanto antes aquilo que pode estar me fazendo mal ou pode me levar a ficar mal. Sendo assim, eu corro para resolver logo o que precisa ser resolvido. Até porque a ansiedade da dúvida é horrível. Vá lá, converse com seu médico e procure solucionar logo para que você fique bem de vez. Grande abraço e nos conte como as coisas estão indo.

  • 27 / 06 / 2012
    Ana Maria Saad

    hermilene:
    eu tive panico tb! tentei sucidio 2 vezes. hj to curada!
    foi um longo caminho! de mta luta e dor, mas q valeu mto a pena!
    enfrente seus medos e vc vera q eles sao mto pequenos diante da sua força!
    bjoka

  • 10 / 07 / 2012
    robert ferreira martins

    TENHO 32ANOS HOJE E JA CONVIVO COM A SINDROME DO PANICO A TRES ANOS,ATE HOJE NÃO ENTENDO O QUE REALMENTE ACONTECE COMIGO,POIS SINTO VARIAS SENSAÇOES ORRIVEIS,TENHO MEDO DE VIAJAR SOZINHO,QUANDO FICO EM ALGUMA SITUAÇAO DIFICIL MEU CORAÇÃO DISPARA,NAO CONSIGO ME CONTROLAR,MEU FILHO DE TRES ANOS JUNTAMENTE COM MINHA ESPOSA ME PERGUNTAM SE VAMOS VIAJAR NESTE ANO E NO MESMO MOMENTO JA ENTRO EM PANICO E AINDA POR CIMA NÃO TENHO CORAGEM DE REVELAR A ELA O MEU PROBLEMA,ME SINTO MUITO,MAS VOU LEVANDO A VIDA COM DEUS NO CORAÇÃO E MUITA FORÇA,MAS TENHO FE QUE UM DIA IREI SUPERAR ESSE MAL,MAS DESDE JA AGRADEÇO A TODOS PELA OPORTUNIDADE DE DESABAFAR AQUI COM VCS POIS TENHO FE QUE UM DIA IREI SUPERAR TODO ESSE MAL.

  • 28 / 07 / 2012
    Ana Maria Saad

    robert,
    vc ira superar sim!
    busque ajuda medica e psicologica pq isso nao é fraqueza de carater!
    c cuide com carinho!
    bjoka

  • 14 / 08 / 2012
    vera

    Estou com esses problemas, sinto medo de andar de ônibus, de ficar so em casa.
    meus sintomas são coração ficar disparar mihas mãos ficam geladas falta de ar e furmigamento nas mãos do.

  • 20 / 08 / 2012
    Amanda

    ola
    eu tenho 18 anos sofro muito a uns 3anos ou mais , mas lembrode term visto um acidente e chegar em casa com muito medo e deitei e derrepente sinto um medo incotrolavel comecei a chorar e gritar o meu pai ele me perguntava oque eu tinha eu nao sabia oque eu tinha so um medo incontrolavel e depois disso so piorei tinha dias que eu não conceguia dormir tinha muito medo agora to ficando pior tenho medo de enlouquecer de me matar ou de matar alguem é tive crise nervosa isso me assusta e eu falo para minha mae mas não tudo ja pasei no medico mas não consegui falar tudo masminha mâe acha que é frescura ai eu nâo aguento mais eu tenho muito medo de enlouquecer so queria uma ajuda porque eu sinto tanta coisa que ja nâo sei oque fazer

  • 22 / 08 / 2012
    Ana Maria Saad

    amanda,
    vc precisa de um bom terapeuta pra t ajudar. de uma olhada nesse link q tem bastante opção de tratamento e ajuda: http://www.pensamentosfilmados.com.br/br/servicos-que-podem-te-ajudar/
    nao se assuste, o q vc tem é mto comum! e tem tratamento!
    é q ainda ha mto preconceito com doenças q vem da cabeça, mta gente por ignorancia acha q é frescura ou “coisa de louco”.
    mas encare assim: se vc tivesse diabetes vc iria atras de tratamento ate ficar bem, certo? entao, com isso q vc ta tendo é a mesma coisa. e nao significa q vc seja louca!
    e pra vc poder ensinar sua mae, leia tudo sobre essas doenças, aqui no site mesmo tem bastante informação, se informe pra q vc possa se ajudar e ensinar os outros q isso nao é frescura e sim uma doença como outra qualquer.
    c cuide!
    bjoka

  • 22 / 08 / 2012
    Ana Maria Saad

    vera procure ajuda terapeutica!
    de uma olhada nessas opções: http://www.pensamentosfilmados.com.br/br/servicos-que-podem-te-ajudar/
    leia sobre o q vc tem, se informe, pq isso é mto comum e tem tratamento!
    e qdo a gente conhece com o q ta lidando tudo fica mais facil!
    bjoka

  • 28 / 08 / 2012
    adriana

    Acho que sou a única que sinto isso, fui diagnosticada com transtorno do panico, eu me sinto estranha, com se não conhecesse nenhum pessoa que está ao meu lado, como se eu não saiba mais fazer as coisas comuns do dia dia, comer, ir ao banheiro, sinto muita confusão e é todo momento, não consigo me desligar, tenho muito medo, acho que já enlouqueci, estou afastada do trabalho e me sinto uma pessima esposa e filha, so causando dor aos que me amam tanto, isso é normal da doença? não vou ficar louca, estou a 15 dias tomando rivtril e proximax mas ainbda não senti melhora.

  • 28 / 08 / 2012
    adriana

    tenho sensação de estar louca, de não conhecer as pessoas nem os lugares que me rodeiam, parece que estou me esquecendo de tudo, se não lembro um nome de algum artista JÁ FICO EM PARANOIA, FICO O DIA TODO ME TESTANDO, PORQ ACHO QUE ESTOU LOUCA, TENHO MEDO DE NÃO CONSEGUIR MAIS VIVER NO MEIO DOS OUTROS, É ANGUSTIANTE, PARECE QUE NÃO SEI MAIS IR AO BANHEIRO, OU COMER, É MUITO ESTRANHO A SENSAÇÃO É TÃO REAL, ESTOU TOMANDO A 15 DIAS PROXIMAX E RIVOTRIL, MAS AINDA NÃO ESTOU SENTINDO OS EFEITOS, ESTOU DESESPERADA, POR FAVOR ALGUEM JA SENTIU ASSIM, FAZ PARTE DESTA DOENÇA, OU ESTOU LOUCA MESMO.

  • 31 / 08 / 2012
    adriana

    desabafo de uma pessoa em desespero
    Me sinto tao sozinha, me bate aquela tristeza profunda que não acaba nunca, que parece não ter fim, aquela sensação de estranheza, de não estar ligada a nada nem a ninguém, não posso cobrar que as pessoas me ouçam ou me entendam, quando é mentira, elas não entendem, não podem entender pois não estão dentro de mim, da minha cabeça tao doida e atormentada por neuroses, por dúvidas e medos que nem mesmo eu entendo.
    Gostaria que alguém pudesse me entender, espero que pelo menos Deus saiba o que estou sentindo, uma dor que me dilacera, que me arranca todas as forças como se levasse a cada segundo um pedaço da minha alma, da minha vitalidade.
    Como posso viver assim, me sentindo um ET neste mundo, até quando vou ficar assim, não sei se aguento por muito tempo essa sensação, esse sentimento, essa coisa horrível de viver me sentindo com uma moribunda, uma alma penada, não me sinto aqui, não tenho animo, coragem, vontade de nada, nada me dá prazer ou alegria, parece que uma hora vou surtar com essa ebulição de tantos sentimentos e sensações.
    Não sou nniguem, não sou nada, qual é razão da minha existência, tornar a vida das pessoas que estão ao meu redor, um mar de desgosto e tristeza.
    Eu juro, que estou tentando entender a razão pra isso tudo, mas não consigo compreender.
    Meus Deus me ajude, só o senhor pode me orientar, osenhor me criou, então acredito que só o senhor sabe o que devo fazer ou o que o senhor pode fazer para que eu volte ao normal, estou tao sem esperança, por favor eu te suplico, já sem forças me ajuda, me salva, me tira desse poço, porque não aguento mais afundar.
    Essa sensação não me abandona, não vai embora, penso em alguém e logo vem a sensação, eu não conheço essa pessoa, eu estou aqui mesmo, eu existo, eu tenho uma historia, é pura loucura.
    E duro e até pecado, mas tenho mais vontade de viver, não pertenço mais a esse mundo, é com se eu estivesse desligada de tudo que esta aqui.
    Me sinto assim durante todo o dia, exceto quando durmo, o único momento de paz que eu tenho durante meus dias tristes e sem cor.
    Alguem ja TEVE ESTES SINTOMAS, MAS NÃO SO NOS 20, 50 MINUTOS DA CRISE, MAS O TEMPO TODO.
    ALGUEM ME SALVE DESSE INFERNO.

  • 31 / 08 / 2012
    adriana

    Me sinto tao sozinha, me bate aquela tristeza profunda que não acaba nunca, que parece não ter fim, aquela sensação de estranheza, de não estar ligada a nada nem a ninguém, não posso cobrar que as pessoas me ouçam ou me entendam, quando é mentira, elas não entendem, não podem entender pois não estão dentro de mim, da minha cabeça tao doida e atormentada por neuroses, por dúvidas e medos que nem mesmo eu entendo.
    Gostaria que alguém pudesse me entender, espero que pelo menos Deus saiba o que estou sentindo, uma dor que me dilacera, que me arranca todas as forças como se levasse a cada segundo um pedaço da minha alma, da minha vitalidade.
    Como posso viver assim, me sentindo um ET neste mundo, até quando vou ficar assim, não sei se aguento por muito tempo essa sensação, esse sentimento, essa coisa horrível de viver me sentindo com uma moribunda, uma alma penada, não me sinto aqui, não tenho animo, coragem, vontade de nada, nada me dá prazer ou alegria, parece que uma hora vou surtar com essa ebulição de tantos sentimentos e sensações.
    Não sou nniguem, não sou nada, qual é razão da minha existência, tornar a vida das pessoas que estão ao meu redor, um mar de desgosto e tristeza.
    Eu juro, que estou tentando entender a razão pra isso tudo, mas não consigo compreender.
    Meus Deus me ajude, só o senhor pode me orientar, osenhor me criou, então acredito que só o senhor sabe o que devo fazer ou o que o senhor pode fazer para que eu volte ao normal, estou tao sem esperança, por favor eu te suplico, já sem forças me ajuda, me salva, me tira desse poço, porque não aguento mais afundar.
    Essa sensação não me abandona, não vai embora, penso em alguém e logo vem a sensação, eu não conheço essa pessoa, eu estou aqui mesmo, eu existo, eu tenho uma historia, é pura loucura.
    E duro e até pecado, mas tenho mais vontade de viver, não pertenço mais a esse mundo, é com se eu estivesse desligada de tudo que esta aqui.
    Me sinto assim durante todo o dia, exceto quando durmo, o único momento de paz que eu tenho durante meus dias tristes e sem cor.
    me ajudem.

  • 02 / 09 / 2012
    dressonuk.com

    It’s a nice post.

  • 03 / 09 / 2012
    Ana Maria Saad

    oi adriana.
    entendo completamente o q vc sente e passa pq tb passei por isso! cheguei a tentar suicidio 2 vezes ate! e hj to curada!
    o q vc tem é uma doença, portanto primeiro de tudo busque ajuda medica e terapeutica!
    se informe sobre os transtornos de humor aq mesmo tem mta informação e videos, pra q vc saiba com o q ta lidando. qdo a gente nao sabe, qdo andamos no escuro é mto mais dificil, entao se informe!
    em paralelo va no psiquiatra, mas procure um bom, q alem do remedio indique terapia, q saiba fazer um bom diagnostico pq so assim pra ele indicar a medicação correta.
    e va fazer terapia, pq a chave da melhora esta no autoconhecimento e isso so é possivel com a ajuda de um bom terapeuta q use tecnicas corporais. de uma olhada nesse blog q é de uma das terapeutas q me ajudou nesse processo de cura: http://pulsarluz.com.br/
    e tenha paciencia pq esse processo é longo! mas existem mtas tecnicas e ferramentas q podem te ajudar nesse caminho da cura! se vc realmente quiser e se empenhar vc vai melhorar!
    estamos aqui! conte com a gente!
    bjoka

  • 03 / 09 / 2012
    Ana Maria Saad

    adriana,
    acabaei de t escrever, e entrao li essa sua msg.
    se vc ja foi no psiquiatra agora busque terapia!
    nossa mente tem um lado oculto onde estao guardadas todas as memorias dolorosas, esse lado chama inconsciente e nos influencia sem q saibamos. ele guarda as memorias desde a infancia, as dores,
    eqto a gente nao libera essas memorias e toma consciencia delas, a cura nao acontece. e pra libera-las ha q se fazer isso com a ajuda de um bom terapeuta, de preferecia corporal ou transpessoal q usa tecnicas q focam no corpo, q nao fique so na mente.
    eu tive mto panico e melhorei das crises depois de alguns meses de yoga qdo entrei em contato com meu corpo e respiração, entao tda vez q uma crise q vinha eu sabia ja antes e conseguia atraves da respiração evita-la, ate q o panico cessou.
    qto a depressão, a fobia social, a compulsão, a irritação, todos os sintomas do transtorno mental q tenho, descobri suas causas na terapia.
    o panico por exemplo, era raiva e medos guardados. a vida toda fui negligenciada e nao fiz o q queria. mas guardava tudo, pq queira ser boazinha e agradar as pessoas. eu nao me ouvia. ate q todos esses snetimentos q eu reprimi pq achava q eles eram “ruins”, explodiram em crises de panico.
    ou seja: va fazer terapia urgente pra saber os motivos de vc ter adoecido pq ninguem adoece a toa!
    bjoka

  • 11 / 09 / 2012
    Hay

    Sofro com a síndrome do pânico já faz bastante tempo foi quando eu fazia o 1ano do ensino médio . E até hoje sofro com essa terrivel doença psicológica que não quer por nen um intermédio mim deixar. Mais a minha fé em deus e muito forte hoje eu tenho um bb de dois meses a coisa mais Linda pois não podia ter filho e deus mim deu essa graça e com certeza irá mim dar mais outra que será a cura dessa síndrome que tanto sofro e não posso curte minha vida normalmente pois está doença mental está mim prendendo muito.

  • 13 / 09 / 2012
    Geison Ferreira

    Oi Hay, tudo bem? Muito bom receber seu depoimento. A Síndrome do Pânico é uma doença. Mas muitas vezes os transtornos mentais são tratados como um estado de espirito. Imagine um corpo com câncer e um corpo saudável. Existe uma diferença. A mesma coisa acontece com uma mente que sofre de algum transtorno. É diferente de uma mente normal. Então você precisa se tratar adequadamente. Aceitar que tem uma doença e procurar profissionais e tratamento adequado. A Ana Maria, criou uma página aqui mesmo em nosso portal dando dicas e possibilidades dos milhares de tratamentos existentes que a levaram a cura. Você conhece a Medicina Integrativa? Se informe para que você possa se ajudar. O correto é você estar bem para cuidar desta nova vida que chegou na sua história. E não convivendo com uma doença. Grande abraço.

  • 14 / 09 / 2012
    marcos

    http://www.youtube.com/watch?v=WbgX-g4sllg

    se vc tem síndrome do panico assista esse vídeo..

  • 17 / 09 / 2012
    claudia lomba

    Isso é horrível, eu descobri esse ano que estou sofrendo com isso.Eu perdi minha mãe faz um ano e sete meses, e depois disso, comecei a sentir um terrivel medo de morrer, e com isso comecei a ter medo de pegar doenças…não conseguia ficar perto de pessoa, comecei a sentir meu coração disparado, e várias outras coisas, cheguei a fazer vários exames, que deram normais…então ai percebi que era uma coisa minha, que eu tinha que lutar…estou lutando, não é fácil, e ninguém entende.Não estou tomando remédios, estou tentando me tratar, mas caminhar, respirar devagar e tentar relaxar tem me feito bem.estou tentando ficar bem, mas não é facil essa sensação.

  • 27 / 09 / 2012
    Ana Maria Saad

    oi claudia!
    querida nao é facil mesmo, mas a cura é possivel!
    com a ajuda de terapias holisticas – q tratam o ser humano em sua totalidade: corpo mente e ser – é possivel melhorar sim!
    portanto nao desista mesmo! mas busque ajuda terapeutica q te ajudara nesse processo de autconhecimento e cura!
    e estude tudo a respeito dessa doença,qdo sabemos o q temos e aceitamos, fica mas facil encontrar profissionais adequados pra nosso tratamento!
    falo por experiencia propria! me curei da bipolaridade, q me trouxe panico e varias outras doenças depois q mergulhei no processo de faxina interna, de autoconhecimento! depois q encontrei terapeutas de confiança q me ajudaram nessa cura!
    portanto busque!
    bjoka

  • 01 / 10 / 2012
    Dani

    ola bom dia tenho 19 anos e todos dias acordo atormetada com medo de tudo , nao gosto de lugares com muita gente , me isolo de todos e ao acordar tenho vontade de acabar
    com minha vida ja tentei 3 vezes mais sempre tem familiares me vijiando a todo instante, ta dificil viver com esse tormento ao acordar passa mil coisas minha cabeça tipo que a soluçao e morrer, Estou assim a quase 4 meses antes tinha uma vida nornal , namoro excelente era mto feliz e agora nao consigo mais ser como antes psico com as coisas
    tipo meu cabelo cortei de franja agora me sinto feia e por causa disso tb tenho vontande de morrer, sao coisas sem sentido que me deixam descontrolada ao tempo de fazer besteiras ja nao ligo pra nada , neim pra ninguem. Ja fui em psquiatra pscologa neurologista cada um diz que tenho um problema ja disseram q e depressao , transtorno bipolar, surto psicotico e etc … nao e frescura so eu sei o que estou vivendo … gostaria de ajuda urgente ???????

  • 02 / 10 / 2012
    Geison Ferreira

    Dani, em primeiro lugar o importante é VOCÊ entender os mecanismos no seu corpo e mente. Caso contrário, cada um falará uma coisa diferente. Para se conhecer, existem diversos caminhos que não apenas os remédios. Eles podem ser super importantes, mas quando necessários.
    A Ana Maria, que junto comigo, criou o Pensamentos Filmados, foi diagnosticada como Depressiva desde a adolescência (isso porque hoje ela sabe que é Bipolar) usou a sua experiência de vida e todos os tratamentos que passou para criar uma página aqui cheia de possibilidades e caminhos que você pode conhecer e com certeza algum deles irão te ajudar http://www.pensamentosfilmados.com.br/br/sexo-e-tabu Dê uma olhadinha nesta página e vamos nos falando. Grande abraço e esteja conosco.

  • 14 / 10 / 2012
    Nayara Amaral da Mota

    Bem me chamo Nayara, daqui alguns dias faço 20 anos, quando pequena vi meus pais brigando muito, sempre eu saia de casa com minha mae, e iamos para minha avó, depois meu pai ia la, prometia melhoras e tudo recomeçava, brigas e mais brigas, minha mae sofreu um aborto apos meu pai a espancar. Depois de algum tempo minha mae decidiu se separar, voltamos para casa de minha vó onde residimos até os dias de hoje, meu pai ainda me visita ate uns 8..9 anos ou um pouco mais, pois nao me recordo a ano da separação. hoje minha mae é casada com outro cara e tenhos 2 irmaos pequenos. mais meu drama começa por ai, nunca fui de ter amigos, apesar de ser uma boa menina, nao tive muitas amizades e por isso ficava triste, depois de mudarmos para casa dae minha vó começei a ter muito medo de dormir no quarto sozinha, a alguns anos atras tive a impressao de que alguma coisa irreal falava na minha cabeça que ia me possuir, pois tenho muito medo disso. no ano passado namorava um menino, mais meio escondido nao sou muito de falar com minha mae, tenho muita vergonha, entao quando minha mae soube ela aceitou numa boa, quando estavamos com 3 pra 4 meses, depois do carnaval, fiquei muito mal, fazia um curso a noite e numa segunda feira me levantei para ir no banheiro e era como se eu nao estivesse em meu corpo, na quarta feira acordei com muita dor de estomago, e ai começou meu drama, fiquei aproximadamente 15 dias sem me alimentar, era dor no corpo inteiro, estomago, cabeça, doia tudo, fiz varios exames e nada, queria ir todos os dias no hospital, fiz eletro pois sentia palpitações, e nada, dizia que tal dia iria morrer, chorava, so me sentia bem quando dormia, e só dormia a noite, dizia a minha mae que tinha algo comigo, fui em varios padres, em centros, onde disseram que tinha encosto comigo e tals, fiquei louca, com um tempo isso foi amenizando um pouco, nao completamente, hoje estou com medo, tem dias que eu nao consigo ficar sozinha no meu quarto, namoro um outro moço e tento falar sobre tudo isso com ele, quando estou assim angustiada com medo, fico muito nervosa, e começo a imaginar que possa ter algum espirito, alguma coisa ruim que me persegue, sei que pode parecer maluquice e me sinto envergonhada com isso. mas tenho muito medo, nao sei o que é, me sinto estranha, porque vejo todo mundo bem e eu com tanto medo, com tanta agonia, e com medo de coisas que nem sei se existe. hoje estava procurando sobre depressao, e entrei sem querer no site, me identifiquei com os comentarios de algumas pessoas, e peço que me respondam de alguma forma, pois isso nao acontece todos os dias, sao como fases, tem semana que eu to bem e outras que vem esse medo, me sinto perseguida por algo, tenho medo de escuro de dormir sozinha, quero sair e ver gente mais acabo sempre me sentindo inferior a todo mundo, me sinto um nada, tem veses que parece que só termina com a morte. espero que possao me ajudar. Agradecida

  • 16 / 10 / 2012
    Gabriela Grigoletto

    Que bom saber que nao sou a unica a passar por isso..Minha crise do panico tem 5 anos, nao saio de casa, ou raramente. Quando estou comendo parece que a lingua vai enfiar na garganta, nao consigo engolir, so como se estiver sozinha na minha casa ou com parentes (mae,pai,avo) perto. Em restaurantes nem pensar ! Em shoppings que eu adorava frequentar, eu nao consigo mais entrar, vejo varias pessoas e me sinto mal. Ate pra dormir eu tenho esses ataques, sinto meu coracao disparando (mesmo que em algumas vezes ele esteja normal), minha respiracao fica ofegante, parece que nao existe ar ! Comeco a tremer em alguns casos..Essa crise ficava uns 2 meses, depois parava total por um tempinho (periodo de 3 a 4 semanas), depois voltava, e cada vez que volta esta mais forte! Na faculdade eu sempre andei normal entre as pessoas, me sentia bem, quando voltei de ferias em Julho eu ja estava me isolando, nao conseguia comer na cantina, nao conseguia andar perto de varias pessoas e semana passada tive a pior crise do panico de toda minha vida, estava andando na faculdade normalmente e de repente senti meu coracao quase saindo pra fora, a respiracao parecia nao existir, realmente aparentava que ue estava morrendo! Eu chorava querendo ir ao medico, mas ngm ficou cmg alem da minha amiga, que nao conseguiu sair de perto de mim..Eu fui a psicologa uma vez e ia comecar o tratamento, mas meus pais acham desnecessario, eles nao acreditam que eu tenha isso, somos evangelicos, mas parei de frequentar a igreja fazem uns 3 anos mais ou menos..Ja na igreja eu tinha essas crises e achava que estava possuida (tive meus motivos), entao meu pai diz que e perda de dinheiro psicologa, que o unico que pode me curar e Deus e que eu tenho que ir na igreja, eu tentei ir esses dias, mas qndo coloquei meus pes e vi varias pessoas comecei a passar muito muito mal, tive que ficar la fora sentada, tentando me distrair! Eu choro todos os dias, por que tenho 18 anos e me limito de frequentar certos lugares por medo de ter a crise novamente. Meus amigos me chamam pra festas/baladas/bares e eu so nego pois tenho medo de ir e passar mal. Quando estou bebada eu NUNCA tenho crise, me sinto perfeitamente bem, mas nao quero depender do alcool pra me curar disso. Eu so queria ser normal, ter minha vida de volta, poder sair sozinha por ai e passar bem. Estou tirando carta, mas fico pensando em quando eu tiver ela nas maos, como vou sair com o carro? E se eu tiver uma crise dessas no transito? Ultimamente to tendo essas crises todos os dias, todas as horas, os minutos. Eu entendo que isso e da nossa cabeca, sei que sou super anciosa pra tudo mesmo, mas como controlar? Quando vem a sensacao, nada que eu pense acalma, parece que piora. Se estou numa filme de mercado e passo mal eu tenho que abandonar as coisas do lado e ir embora, pois nao consigo ficar ali, suportar aquilo. Alguem tem alguma dica? Me ajudem por favor! Ja pensei em suicidio, pois nao aguento mais SOBREVIVER assim..(nao estou vivendo, estou sobrevivendo). Ja falei que prefiro morrer a ter isso, e a pior coisa do mundo, so pra quem tem sabe como e! Obg :(

  • 20 / 10 / 2012
    nezita santos

    eu fui diagnosticada com depressao grave,sinto que vai acontecer algo de mal comigo acho q vou morrer eh como se minha alma saísse do meu corpo e uma coisa horrivel.

  • 23 / 10 / 2012
    Ana Maria Saad

    nezita,
    é terrivel mesmo! so quem passa por isso sabe o q é!
    eu passei a voda toda, desde criança, doente assim. hj finalmente aos 31 anos to curada!
    o caminho da cura foi longo ate eu encontrar os terapeutas adequados pra mim, e ate eu mesma me comprometer com a minha melhora! que incluiu um profundo autoconhecimento e aceitaçao de mim mesma, com a doença e tudo.
    portanto busque profissionais onde o foco nao seja apenas a doença e sim vc, esse Ser por detras da doença! assista esse video sobre a medicina integrativa: http://www.youtube.com/watch?v=1fjefrJg7Wk
    e de uma olhada no site desses terapeutas q tanto me ajudaram!
    http://pulsarluz.com.br/
    http://www.anandaprem.com/
    bjoka

  • 23 / 10 / 2012
    Ana Maria Saad

    gabriela,
    sei bem o que é esse mal estar todo. assim como vc aos 18 anos estava tao mal, tendo tanto panico, fobia social, compulsão, bebia quase todos os dias para me aliviar do mal estar, q acabei indo parar no psiquiatra q me diagnosticou com depressão. tentei suicidio. minha familia tb nao me deu apoio pra fazer o tratamento, nao acreditavam q eu estava doente.
    fundei esse site, q na verdade é uma ong, para ajudar outras pessoas e hj aos 31 anos, estou curada da bipolaridade, portanto primeira coisa: saiba q vc pode sim melhorar!
    mas vc tem q aceitar q isso é uma doença e procurar ajuda terapeutica. mesmo q seus pais nao lhe deem força de inicio, va atras de atendimento profissional sozinha q seja, peça pra sua amiga lhe acompanhar!
    a ignorancia faz com q as pessoas digam q essas doenças são “frescura”, “falta de deus”, seria o mesmo que dizer q alguem que tem diabetes é porque está com “falta de deus”, não é! adoecemos porque somos apenas seres humanos q adoecem, ué!
    então para combater a ignorancia, leia esse site todo q tem mta informação sobre essas doenças, pq pra gente poder lidar com algo é preciso conhece-lo a fundo!
    aceite q vc ta doente e precisa de ajuda e busque profissionais onde o foco seja vc e nao a doença!
    de uma olhada nos nosso videos no canal do youtube q tem mta coisa q vai t ajudar!
    http://www.youtube.com/watch?v=1fjefrJg7Wk
    http://www.youtube.com/user/PensamentosFilmados?feature=watch
    e vamos nos falando!
    bjoka

  • 23 / 10 / 2012
    Ana Maria Saad

    oi nayara,
    lendo seu comentario me lembrei de mim ha alguns anos. passei por tudo isso q vc descreve. na verdade vivi a vida toda assim, desde criança.
    fui diagnosticada com depressão, tive panico, compulsão, fobia social e varias outras doenças.
    fundei esse site, q é uma ong para ajudar outras pessoas, e hj aos 31 anos estou curada! graças a combinação de terapias q encontrei.
    portanto primeiro: se informe sobre os transtornos mentais, aqui no site tem mta informação e videos tambem.
    depois busque ajuda profissional onde o foco seja vc e nao a doença, profissionais q te ajudem nesse processo todo de autoconhecimento e tenha paciencia contigo! de uma olhada no site desses terapeutas q me ajudaram mto: http://pulsarluz.com.br/ http://www.anandaprem.com/
    de uma olhada nesse video e no nosso canal do youtube q tem mta informação e saiba q vc pode sim melhorar!
    http://www.youtube.com/watch?v=1fjefrJg7Wk
    http://www.youtube.com/user/PensamentosFilmados?feature=watch
    bjoka

  • 30 / 10 / 2012
    pablo

    o que eu posso fazer para nao ter mais isso e muito ruim oq eu faço por favor quaquer resposta pode me ajudar

  • 30 / 10 / 2012
    Daniela Amadeu - Voluntária

    Pablo, acompanhamento com psicologo pode ser muito útil num primeiro momento justamente pelo SUS fornecer – não sei como é sua condição financeira. A partir da psicoterapia, o profissional avalia se seu caso necessita de uma intervenção medicamentosa. Mas a recomendação mais importante é a terapia integrativa, onde você se conecta com seu corpo e sua mente, não precisa tomar remédios e é seu próprio terapeuta. Se quiser mais informações sobre essas terapias, posso enviar um e-mail a você caso confirme o interesse.

  • 03 / 11 / 2012
    luciana

    Caros,

    E uma doenca maldita que vem quando a gente menos espera. Sofro tambem desse mal ha qse 4 anos, ja fiz tratramento tive melhoras, mas basta sentir qualquer dorzinha ou uma palpitacao que logo a crise desencadeia.
    E um desespero que vem do alem, algo inesplicavel e as pessoas acham que e frescura.

  • 09 / 11 / 2012
    leticia boaventura

    tenho pensamentos de morte todos os dias .
    Sinto algo de errado comigo tenho medo d consulta o medico e descobrir ,que tenho alguma doenca e temo com cancer sera que tenho sindrome do panico

  • 09 / 11 / 2012
    Daniela Amadeu - Voluntária

    Letícia, a solução é sempre encarar o problema. Veja: além de você ter o medo, você tem medo de descobrir se há algo de errado com você. São dois medos. Se você tiver pânico, o único jeito de se curar será enfrentando o problema, indo às terapias, tomando medicação se necessário, mudando seus hábitos de vida, hábitos alimentares. Enfim, a solução é encarar e mudar. Ficar presa ao medo de saber a verdade – se você tem ou não um problema – não te tirará da inércia.

  • 14 / 11 / 2012
    aline

    vivo tendo as crises realmente é horrivel mesmo , mas estou com medo de me entregar aos remedio oq faço gente ???

  • 23 / 11 / 2012
    samira

    oi as vezes sinto tonturas do nada e quando estou conversando com alguem começo a suar e a ter tonturas sera que isso e sindrome do panico. ja fiz exames de sangue mais não deu nada.

  • 23 / 11 / 2012
    Daniela Amadeu - Voluntária

    Samira,
    síndrome do pânico não se diagnostica com exame de sangue. O que você escreveu me parece mais um problema físico do que psicológico, pois você não relatou sentir-se ansiosa ou em pânico. Mas antes dos rótulos, é necessário que você se observe, sobre quando sente essas coisas, em que situações, se está bem alimentada e hidratada.. alimentação e hidratação podem influenciar nessas sensações.

  • 23 / 11 / 2012
    Daniela Amadeu - Voluntária

    Aline,
    a síndrome do pânico está na classe dos transtornos de ansiedade, portanto é importante fazer algo que tire de você essa ansiedade. Uma atividade física e uma alimentação saudável seria excelente e se você não quer se entregar aos remédios, melhor ainda! Pois cansará seu corpo e no final do dia você ainda sentirá um sono agradável vindo do próprio cansaço físico – me refiro a um cansaço sadio. O melhor método para evitar essas crises é ocupar a mente de maneira positiva, com exercícios, meditação, caminhada.. ferramentas existem aos montes!

  • 27 / 11 / 2012
    vandelma de jesus oliveira

    tenho duvidadas se eu tenho dindrome do panico pq sinto varios sintomas , e as vezes acho que eu tenho e outro poblema ,,sera que vcs podem mim ajudar sobre sindrome do panico

  • 27 / 11 / 2012
    Geison Ferreira

    Oi Vandelma,
    Visite esta página em nosso site e lá você encontrará muitas dicas e possibilidades de tratamento que te ajudarão. Mas vale a pena procurar algum médico ou especialista para que você possa ter um diagnostico correto. Grande abraço e se cuide. http://www.pensamentosfilmados.com.br/br/sexo-e-tabu

  • 04 / 12 / 2012
    Ana Maria Saad

    samira,consulte um medico! alias dois pra ter duas opinioes!
    bjoka

  • 10 / 12 / 2012
    noemiacabecera

    gostaria de um tratamento com um medico com o meu problema do sime do panico se atendida eu agradeço muito porque estou muito mal com esse medo desse meu problema sou mto grata se for atendida

  • 10 / 12 / 2012
    noemia cabecera

    gastaria que me ajudase com esse problema do sime do panico sofro muito com isso como posso ser ajudada com voces ai serrei muito grata bao noite

  • 11 / 12 / 2012
    Ana Maria Saad

    noemia,
    vc ja foi a algum medico? ja fez alguma terapia?

  • 13 / 12 / 2012
    tamires

    tenho sindromi do panico a um ano quero curar como fazer pra mi libertar disso ass pessoas não entende é dificil

  • 15 / 12 / 2012
    jeniffer maria pedro

    muitas vezes me sinto fora de mim fraca,n sei oq ta havendo com migo,
    sonho coisas q n aconteçeram e q no outro dia aconteçem,,,me sinto sozinha msm tendo minha familia.
    Oq devo fazer me da uma respsta por favor j
    jeniffer m pedro

  • 22 / 12 / 2012
    Francisco

    Ja faz muito tempo que sofro desse proplema.é terrível coisa que nao desejo pro meu pior inimigo.Quando sentir isso pela primeira vez pensei que agora tinha chegado a minha vez. Fiquei tremendo nao segura nada nas mão,o coração disparou e sentia vibraçoes no coração. Suores fortes .tontura seguida de muita falta de ar .com o tempo fui tentando me ajudar atraves da leitura sobre o assunto buncando tentar compreender o que acontecia comigo.hoje tento conviver ćom a sindrome do pânico tento levar a minha vida cada dia com esperança de um dia ta bem e outro não~.mas desenvolver fé em Jesus é caminho pra combater todo problema.

  • 22 / 12 / 2012
    Geison Ferreira

    Francisco,
    A Síndrome do Pânico, assim como os transtornos mentais, são doenças que precisam de tratamento efetivo para a cura. Pensando desta maneira, leio sua mensagem e é como se você estivesse dizendo: “Tento levar minha vida com este câncer… E desenvolver fé em Jesus é o caminho…” – Sim, a fé é bem importante. Mas aprenda a ter fé em você. Pois com fé você terá forças para se informar e procurar um tratamento para conviver com a cura, e não com uma doença! Ninguém merece viver em sofrimento, com medo da próxima crise. Vá na sua fé e busque ajuda. Grande abraço!

  • 26 / 12 / 2012
    Ana Maria Saad

    jeniffer vc ja procurou ajuda medica e terapeutica?

  • 26 / 12 / 2012
    Ana Maria Saad

    tamires,
    procure ajuda medica e terapeutica!
    eu me curei do panico graças a praticas de yoga!
    de uma olhada nesse video: http://www.youtube.com/watch?v=1fjefrJg7Wk
    bjoka

  • 28 / 12 / 2012
    rafael

    ansiedade tem cura se a pessoa quiser fazer por onde

  • 29 / 12 / 2012
    Geison Ferreira

    Oi Rafael, existe tratamento efetivo para a ansiedade e demais transtornos de humor. Mas é necessário buscar ajuda e seguir direitinho o tratamento. Abraços.

  • 31 / 12 / 2012
    Francisca

    ola pessoal, ainda nao sei se tenho sindrome do panico, contei pra minha irma o ue ando sentindo ela falou que acha q é SP, mais pelo o que ando sentindo acho que sim, tenho muito medo de morrer, vem pensamento de morte de q vou morrer e minha familia vai sofrer, isso aconteceu comigo depois que fui ameaçada de morte em uma aldeia indigena, ja cheguei a pensar que poderia ter alguma doença, agora elndo todas essas msg, fiquei com mais animo. logo vou procurar ajuda medica. espero me curar logo em nome de jesus.

  • 01 / 01 / 2013
    lucene santos hora

    eu tabem sinto este poblemaeu fis uma cesariana a 18 anos desse tempo pra ca nao tive mas saude tenho pressao alta quando tenho crises paresse que vou morrer passei muitas veses no hospital em 2001 minha mae faleceu eu perdi toda minha vida fiquei mas doente ainda sinto muita dores de cabeça passei atomar muitos remdio tarxa preta ja pasou muita veses em minha cbeça de morrer pasei muita dificuldade na vida serar que um dia eu vou ficar boa espero um dia sair dessa psqatra neuro clinicos nao tenho mas aquem recorrer so a deus obrigada pelas dicas gostei muito mas eu nao consigo trabalhar por que eu fico toda enxada o rosto todo enxado nem se que consegui auxilio doença mas vou consegui ficar boa tenho 45 anos abrços

  • 04 / 01 / 2013
    Geison Ferreira

    Francisca, perceba que em todo nosso material e dicas sempre destacamos a necessidade de investigar as causas que estão te levando a adoecer. E te garanto que o processo de cura sempre começa de dentro para fora. Por isso a importância de um processo terapêutico. Busque ajuda sim, e sempre queira ir fundo nas causas. Abraços.

  • 04 / 01 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Lucine,
    Claro que existe como você viver uma vida normal! Mas perceba que em nosso material e dicas sempre destacamos a necessidade de investigar as causas que estão te levando a adoecer. E te garanto que o processo de cura sempre começa de dentro para fora. A medicação é importante, mas inicialmente ela serve para devolver seu estado “normal”. E se você não fizer uma terapia para entender as causas, as crises voltarão e você ficará eternamente dependendo dos remédios. Abraços.

  • 04 / 01 / 2013
    vanusa

    gostaria de saber fiquei 12 dias sem tomar fluxetina e clomazepan

  • 05 / 01 / 2013
    Geison Ferreira

    Vanusa, remédios não são brincadeira! Procure seu médico para que ele possa lhe orientar melhor a respeito. Abraços.

  • 14 / 01 / 2013
    Ana Maria Saad

    luciene,
    busque terapeutas transpessoais, corporais, busque apoio de quem t entende! va fazer yoga! mudar o estilo de vida aos poucos! conhecer sobre essas doenças pra q vc possa se munir de conhecimento e melhorar!
    pq tem como melhorar sim, qdo a gente mergulha dentro da gente, no autoconhecimento, qdo a gente se olha a fundo e pra isso ha q se ter terapeuta bom ajudando!
    de uma olhada nesse link do site de uma das terapeutas q me ajudou mto no meu processo de cura: http://pulsarluz.com.br/
    bjoka e boa sorte!

  • 14 / 01 / 2013
    vini

    oi gente, nao sei se tenho sindrome do panico, mas pelo que vejo, o que eu sinto é praticamente igual a das pessoas que tem, queria saber se tem um cura pra isso, pois faz em torno de 1 ano que estou lutando contra isso, tenho pensamentos ruins, meu coração dispara, começo a suar, e sempre passo mal, mas não conto a ninguem, guardo pra min mesmo, e consigo passar disso, mas logo depois vem mais uma crise, já não aguento mais, parece que vou morrer, sei lá, é uma sensação ruim, e piora mais, na hora que vou dormir aumenta os sintomas, começo a passar mal, mas logo durmo, é ruim pois não consigo dormir sem ter essa sensação, parece que algo quer explodir de dentro de min, é dificil de explicar a sensação, é ruim engolir algo, tomar, e as vezes parece que vou morrer, mas logo durmo e acordo no outro dia com os mesmos sintomas, não sei mais o que faço…

  • 14 / 01 / 2013
    lando

    Ola meus bons amigos!eu tb sou um das vitimas deste mal que me pertuba.faz tempo que tento nao aceita mas vejo que nao tem como disse nao ja tormei medicaçaes.olcadil de 1mg, ate ajunda na crise mas o pior de tudo sao enseguranças.quando penso que eu era uma pessoa que partica va esporte em geral e hoje sento medo de uma crise nossa é pessimo.quero muito volta o normal quero muito ajunda pois vejo e acredito em Deus maior .quero muito liberta deste mal.se tive alguem afim de conversa comigo estou a desposiçao.

  • 15 / 01 / 2013
    Paloma

    eu sinto, que eu estou sufocada, na verdade acho que é por causa do meu namoro, tenho 17 anos, e conheci uma pessoa o oposto de mim, por ele deixei amizades, vicios e algumas virtudes, e eu sinto falta disso, ele é uma pessoa boa, faz as coisas comigo mais infelizmente eu estou vivendo em função dele, TENHO A SENSAÇÃO QUE SE EU TERMINAR VOU MORRER, na verdade sei que eesse relacionamento esta me fazendo muito mal, eu não tenho vida propria, eu vivo em função dele, algo me prende uma coisa muito forte, hora é um amor enlouquecedor, nos damos muito bem na cama, na ora de conversar, mais ultimamente estou tento uns surtos, eu passo o dia todo tremendo c om muita palpitação no coração, sinto vontade de me matar, eu parei de fumar, e sinto muita vontade de voltar, com o cigarro eu estou me controlando, pois ele não me deixa fumar, e nem, sabe que a vontade voltou a tona, estamos 10 meses juntos, e minha vida esta um caos.. as vezes penso em me matar de qualquer forma, e só surto quando estou com ele, ele chora comigo, e me faz sentir tranquilidade, mais depois volta tudo de novo, preciso muito de ajuda gente, um comentario que seje, alguem que ao menos tenha entendido minha situação, eu não acreditava em depressão mais acho que estou em uma, eu quero terminar, mais ao mesmo tempo não me vejo sem ele, quero minha vida de volta, mais ao mesmo tempo não vejo vida sem ele, estou totalmente dependente de uma pessoa, da qual eu sei que ta me fazendo mal, quando ele me trata mal, sinto um buraco se abrindo dentro de mim, GENTE POR FAVOR ALGUÉM ME AJUDA, ME DA UMA LUZ … Não quero cometer besteira nem magualo mais, não estou aguentando mais essa situação, e mesmo assim não consigo sair dela, preciso tirar esse mal estar de dentro de mim, essa vontade de não mais viver, estou sem força na vida !
    POR FAVOR, SEI QUE MUITOS VÃO ACHAR QUE É IDIOTICE BESTEIRA, MAIS É MUITO SERIA A TRISTEZA QUE SINTO EM MIM !
    DES DE JA AGRADEÇO POR ALGUEM QUE LER MINHA SITUAÇÃO E ME APRESENTAR ALGUMA SAIDA.
    OBRIGADA !!!

  • 16 / 01 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Paloma, nós do Pensamentos Filmados sempre falamos sobre a necessidade de ir fundo nas causas para chegar na solução. No seu caso a causa está clara para você mesma! Mas sei o quanto é difícil o desapego. Mas enxergue o quanto você é jovem e não merece se privar tanto! O que você sente não é “amor enlouquecedor”, é carência! E não é carência por ele, é medo de ficar sozinha. O que é comum, mas não é saudável. Não acho “burrice” nem “besteira”, muita gente passa pelo mesmo que você. Inclusive tenho uma amiga que adoeceu justamente por conta de um relacionamento ruim. Não espere a situação chegar a este ponto! Você não merece.
    Uma dica: Comece a fazer pequenas atividades sozinha. Vá ao cinema, na pracinha, leia algum livro. E seu tempo começará a ser ocupado por você mesma. E dai você verá que não é tão ruim (alias é muito bom!) estar sozinha!!! Mas se afaste! Com carinho, cuidado… Mas se afaste! Grande abraço e volte aqui para contar como estão as coisas.

  • 16 / 01 / 2013
    Paloma

    Geison Ferreira , muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiitissimo obrigada de verdade pela atenção de responder a mim, sei que deveria fazer isso, mais ta acontecendo coisa estranhas, quando tento fazer essas coisas, ficar sozinha em casa, ou fazer as coisas para mim mesma, eu começo a sentir coisas estranhas, medo, porque tudo que eu faço parece que é necessário a presença dele, não sei uma força, não sei explicar Geison ;( … to sentindo que estou adoecendo, eu me sinto enjoada o tempo inteiro, sem forças e ânimos, não tenho com quem desabafar, e quando tento explicar o problema minha boca não abre, os pensamentos foge, fico desolada, não consigo me expressar .. eu cada dia sinto mais vontade de não comer, e não sinto vontade de ficar perto de ninguém, minha relação com meus pais vão de mal a pior! Eu não sei, to me sentindo perdida, sem razão parece que desfaleço a cada dia um pouco mais … sinto vontade de sair andando sozinha, comprar cigarro e fumar fumar fumar, sei que isso não iria resolver meu problema, ja pensei em ir pra igreja, centro espirita, psicologo, mais realmente não tenho força pra nenhuma dessas saidas.. parece que estou sozinha a todo tempo mesmo rodiada de pessoas, e só me sinto segura de tudo quando estou ao lado dele . !
    AGRADEÇO COM TODO CORAÇÃO, DEPOIS QUE DESABAFEI, NO QUAL FOI A PRIMEIRA VEZ, QUE CONSIGO EXPRESSAR MUS SENTIMENTOS, PARECE QUE ME SINTO MAIS LEVE .!
    MUIIIITO OBRIGADA s2

  • 18 / 01 / 2013
    marcelo costa

    bom eu fico pensando muita besteira isso incomoda a minha cabeça fica pessada eu fico fraco e muito ruir isso acontece quasse todos os dias alquem pode me fala o que e isso eu ja fiz todos os exames mas nao deu nada alquem me ajuda

  • 22 / 01 / 2013
    Day

    Há + ou – um mês e meio tive uma crise estava em meu trabalho… Aparentemente era um dia como outro qualquer embora estivesse me sentindo meio estranha a dias,ansiosa,com enjoo,tonturas dificuldades para dormir jamais imaginei que sentiria oque vou relatar agora.Foi repentino me senti fora de mim como se me visse fora do meu corpo,suor frio,uma dor imensa no peito,dormencia nos braços e na face.Me desesperei e pedi socorro,achei que não sairia viva dali em poucos minutos no hospital apavorada fui atendida na emergencia ,fiz eletro,hemograma mediram a pressão arterial,fui medicada com dramim e diazepan mas ainda assim não me sentia em meu estado normal,pedi a Deus que viesse em meu socorro em oração,que me desse a chance de viver e criar meu filhos,novamente me desesperei chorava intensamente,medo,medo, medo….pavor da morte.Três horas depois com todos os exames em mãos o diagnostico crise nervosa,sindrome do panico não podia acreditar no que ouvi a édica disse: tudo isso é psicológico como assim psicológico? oque eu estava sentindo era real.Voltei pra casa ja não consigui mais retornar ao trabalho naquele dia aguardei meu marido retornar do trabalho para tomar banho tinha pavor de me imaginar só no banheiro,tinha medo de passar mal de novo e estar só com os meus filhos de 12 e 5 anos ,sentia tremores,falta de ar e a dor no peito e nos braços não passam(ainda me sinto assim) Dormi com a certeza de que não acordaria novamente. No dia seguinte aliviada por estar viva mas ainda com aquela sensação de morte e aqueles sintomas horriveis fui trabalhar,tentei ao maximo permanecer no trabalho não consegui…tive uma crise de choro intensa,sensação de ter algo na garganta,coração acelerado fui embora.hoje um mês depois já estive em 8 médicos diferentes fiz varios exames de sangue,exames cardiacos e neurológios e nada.Todos dizem o mesmo nada clinico,aparente sindrome de panico,transtorno neuro vegetativo ja não sei mais oque fazer preciso trabalhar tenho dois filhos e quero minha vida de volta ….Estou tomando rivotril para dormir fui encaminhada para psiquiatria mas ainda custo a acreditar que tudo isso possa ser coisa da minha cabeça estou enlouquecendo,tenho medo o tempo todo durmo certa de que não vou acordar mais ,sinto que se isso continuar vou enlouquecer socorro!!! Preciso de ajuda.

  • 22 / 01 / 2013
    luciana

    Day! Entendo perfeitamente o que sente! Ja luto contra essa maldita doenca ha mais ou menos 5 anos! Ja passei por varios medicos e terminei no psiquiatra, tomei rivotril e serenata durante um bom tempo, infeslismente e uma doenca psicologica que afeta nosso corpo inteiro, mas com a ajuda de um bom profissional vc ira superar. Tb tenho essa sencsacao de morte o tempoi inteiro dai fico nervosa e desencadeia uma crise.

    Tente voltar sua rotina aos poucos e procure um bom psiquiatra que vc ira ter sua vida normal de volta! Depois vc nos conta como esta indo seu tratamento, ok?

  • 23 / 01 / 2013
    maria luciana da silva

    é porque eu estou centido uma coisa muito estranha pegando a parte da lingua como se eu fosse engoli a lingua que nem um dormesa eu naõ dormo a noite pensado que eu for morre e´como fosse uma verme querendo sair pela a minha boca é que nem
    um bolo na minha guela

  • 24 / 01 / 2013
    graziele monique

    oi me chamo graziele tenho 22 anos e sofro com o sindome do panico a 5 anos é a pior coisa que um ser humano pode sentir, é surreal é simplismente horrivel sinto todos os dias sintomas que me parece que vao me matar sofro de mais porem tenho fé em deus pois ainda creio que nada é para sempre um dia passa ,tudo passa tento controlar nao é facil mas nao impossivel já me tratei com picsicologo mas nunca tomei tranquilizantes nem um tipo de calmante porque creio que para deus nada existente de mal nesse mundo que deus nao posso curar estou a espera de um milagre , muitas pessoas enclusive familiares nao entendem nos chama de loucos dizem que é frescura ou até drama mas quem tem sabe o quento isso e terrivel mas temos que entende-los tabem pois eles nao sentem e nao sao capazes de entender bom aqui fica a minha mensagem eu tenho e todos estao sugeitos a ter um dia mas tenham fé em deus pois é isso que nos mantem vivos beijoss e obrigada

  • 26 / 01 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Luciana e Day, é muito bom ver a troca de experiências aqui em nosso espaço. Esta é a proposta. Grande abraço.

  • 29 / 01 / 2013
    tsylla Oliveira

    Olá vou ti conta um pouco de mim o porqueê que eu estou assim quando eu tinha 15 anos fui atingida por uma bala perdida aqui em meu bairro depoiiis disso entãO fiqueei maau 1 mes internada pra si tratar . fiquei com uma bousa de colostomia na barriga depiiis fiz outra hoperação pra tira a bolsa . i taal fiquei com uns tipos de traumas extranho . medo calafrios , chorros estranhos , ficava ouvindo vozes , quando conseguinha fica no oônibus em movimento . Vivia minha vida mais cheia de medo Depois si passaram anos perdi meu primo que era como se fosse um irmão pra miim mataram elle na violencia que a aqui em meu baiiro de vc não poder anda nu proprio baiiro que morra depis disso deichei di viver mim isolei a fauta dele doi muito fico com medo de farias coisas de todos de achar que tem varias pesssoas querendo mim matar , depois que meu primo morreu fuii perdendo varios amigos que era proximos a miim ai veeem esse trauama que não consigo di geito nehum ficar beem saio mais meus pensamentos so veem destruição besteiras não guento mais ficar asssim quando saiu alguém mim olha di cara feia que logo chorar fico em panico suor frios preciso da sua ajudar POR FAVOOOOOOR . so tenho 19 anos i tenho medo di sair até pra ir pra escol tenho 2 anos sem estudar por medo até da minha sombra .. mim ajudar

  • 03 / 02 / 2013
    angelo dutra

    tenho panico a 12 anos e acho que nao tem cura sou mais uma lutando como tantas outras pessoas queria poder sair levar meus filhos para escola voltar a sonhar nao posso dezer que sou triste apesar de tudo sou feliz confio em deus e digo para quem tem crise de panico ler a biblia isaias 41 e que jesus abençoa a todos voces manden mensagen

  • 04 / 02 / 2013
    Day

    Oi Luciana e Geison finalmente procurei um psiquiatra,fui atendida por ele que me ouviu parcialmente e já foi logo me medicando citalopram,trileptal,e rivotril á noite hoje faz cinco dias que iniciei o tratamento meu retorno será em quinze dias,ainda não posso afirmar uma melhora sinto me esperançosa em relação ao tratamento,mas também sinto muito medo.Andei lendo um pouco sobre os remédios a mim receitados ai já sabem né o medo toma conta,(como se já não bastasse os outros medos tenho medo da medicação)mas enfim tenho seguido á risca a prescrição médica,tenho lido muito a bíblia e pedido muito a Deus por todos nós….continuo com varios sintomas como enjoo,peso em cima do peito,dormência no braço,dificuldade para engolir e as vezes muita vontade de chorar,mas as tonturas e o desespero aquela coisa que dá vontade de sair correndo e pedindo socorro deu uma melhorada,não que de vez em quando aquela sensação de morte tenha sumido mas tenho tentado me controlar.Bom é isso se tiver mais novidades entro em contato agradeço as palavras de consolo e sou solidaria á todos que sofrem até.

  • 04 / 02 / 2013
    Rafaela

    Ola tenho 19 anos tambem estou com esse problema (me identifiquei muito com o jaime) a diferença que faz pouco tempo ,mas ja procurei ajuda ja tive minha primeira consulta com a minha psicologa e ainda vou ter com psiquiatra, me ajudou mais o que mais me ajuda que tenho uma qualidade q sempre tento ter pensamentos otimista ,mas gostaria de saber como e começo e ainda ninguem me deu a resposta do que tenho realmente pois foram as primeiras consultas mais pelo visto acho que e sindrome do panico ,tenho duvidas o que eu posso fazer sozinha para amenizar por enquanto ? isso tem cura ? meu maior medo e de ficar loca ,pode ser besteira mais isso me preocupa muito pois gostaria de voltar ao normal que trabalhar ,que voltar a fazer faculdade quero sair novamente que me socializar com as pessoas mais tenho medo que isso afete elas e a mim mesma talvez ,por favor gostaria que alguem tirasse essa duvida .obrigada se alguem quiser conversar comigo por email e rafaelarodriguesribas@gmail.com

  • 05 / 02 / 2013
    Geison Ferreira

    Day,
    Você deu um grande passo, parabéns! De verdade!!!
    Este tratamento com remédios devolverão seu estado normal. Mas isso é 50% do tratamento. O que realmente fará diferença na sua vida, é você começar um processo de observação. Revendo comportamentos e situações que não te fazem bem. Exemplo, muitas vezes mantemos amizade com pessoas que só querem nos “sugar”. Nos procuram para despejar seus problemas, pedir coisas, nos julgam, não são companheiros, e tantas vezes nos colocam pra baixo. Parece loucura, mas eu mesmo já tive muuuitas pessoas assim na vida. E manter essas relações não nos faz bem! Mas sei lá, eu mantinha esses “amigos”. Mas a consciência foi me mostrando que eles não me levavam para frente, alias, na verdade eles nem se importavam comigo. Fui me tornando seletivo, reservado e comecei a colocar a minha opinião sobre as coisas que eu gostava ou não. Day, aos poucos fui vendo o quanto esses “amigos” me faziam mal! Só me usavam. E o que deve ser feito não é brigar, criar caso… E entender que eles estão sonâmbulos e quem cresceu fui eu. Foi você!
    Tomara que o que estou te falando faça sentido pra você. Mas senti de te falar isso.

    Vá fundo! Pois você merece muito se ter por completo!!!

    Um grande abraçoooo e estou muito feliz por você!!! De coração!!!

  • 06 / 02 / 2013
    luciana

    Ola Day, que bom que procurou ajuda medica! Ter medo dos efeitos da medicacao e um dodos medos que a sindrome desencadeia, mas tente nao se deixar abater, pois o medico sabe o que lhe receitou e acredite so ira lhe fazer bem! Tente acrescentar algo em sua rotina como ler a biblia por exemplo ja e um bom comeco e ocupa sua mente! Aos poucos com a medicacao voce ira sentir uma melhora ! Um grande abraco.

  • 08 / 02 / 2013
    Ana Maria Saad

    rafaela,
    um diagnostico de um transtorno demora mesmo para ser feito de modo preciso.
    sabe que durante a maior parte da minha vida meu maior medo era enlouquecer! e fiquei tao biruta, tao biruta que acabei lucida!
    uma doença dessas nao vem a toa! aproveite para mergulhar em vc, se conhecer, conhecer outras realidades. e se perguntar para que estou passando por isso? o que a vida está tentando me esunar? e vc ficara supresa com as suas descobertas!
    bom, eu me curei do panico depois que fui fazer yoga, onde aprendi a respirar, relaxar e a ouvir meu corpo.
    assista esse video:http://www.youtube.com/watch?v=1fjefrJg7Wk
    fuce no site que tem bastante informação, conheça sobre a doença, conheça os diversos tratamentos existentes, conheça a medicina integrativa. o conhecimento do que se tem e das possibilidades de cura é o primeiro passo!
    bjoka

  • 08 / 02 / 2013
    Ana Maria Saad

    angelo,
    vc faz tratamento medico e psicologico?

  • 08 / 02 / 2013
    Ana Maria Saad

    tsylla,
    busque ajuda medica e psicologica urgente!
    de uma olhada nesse link: http://www.pensamentosfilmados.com.br/br/servicos-que-podem-te-ajudar/
    bjoka

  • 08 / 02 / 2013
    Ana Maria Saad

    grazielle eu me curei do panico graças a praticas de yoga, que me ajudaram a aprender a respirar e ouvir meu corpo.
    veja ese video: http://www.youtube.com/watch?v=1fjefrJg7Wk
    bjoka

  • 08 / 02 / 2013
    Ana Maria Saad

    querida vc ta fazendo tratamento?

  • 08 / 02 / 2013
    Ana Maria Saad

    day, vi q vc ja buscou ajuda medica, que otimo!
    qdo puder assista esse video: http://www.youtube.com/watch?v=1fjefrJg7Wk
    eu passei por mta doença psiquiatrica, encontrei a cura e digo uma coisa: essas doenças sao otimas mestras! elas nos ensinam mto!
    bjoka

  • 08 / 02 / 2013
    Ana Maria Saad

    Marcelo,
    va no psiquiatra!
    de uma olhada nesse video: http://www.youtube.com/watch?v=1fjefrJg7Wk
    bjoka

  • 08 / 02 / 2013
    Ana Maria Saad

    lando,
    esse mal na verdade é um bem!
    se vc usar essa doença para se conhecer e se arir para outras realidades vc saira dela trasformado!
    para isso busque bons terapeutas!
    assista esse video: http://www.youtube.com/watch?v=1fjefrJg7Wk
    bjoka

  • 08 / 02 / 2013
    Ana Maria Saad

    vini,
    vc ta fazendo tratamento medico e psicologico?
    eu me curei do panico depois q fui fazer yoga. de uma olhada nesse video: http://www.youtube.com/watch?v=1fjefrJg7Wk
    bjoka

  • 09 / 02 / 2013
    Rafaela

    Ana obrigada pela dica ….
    realmente o que vc disse a minha psicologa falou pra me conhecer pois eu realmente não sei o pq eu passo por isso ,gostaria de saber qual e o motivo que fico assim pois todo transtorno vem com um motivo mesmo sento menor problema ,mais fui ao psiquiatra mais nao me senti a vontade com ela,ela nao me escutou direito e me so receitou o remedio e nem me explicou quase nada,acho que todos que passam por isso querem saber o que sentem as coisas pois eu realmente me senti insegura quando tomei remedio nao sabia pra que era realmente .
    Alguem que tem experiencia quando me der o sintomas o que posso fazer (alguma atividade ) para amenizar?

    Obrigada pela atenção realmente me sinto a vontade ,pois estou abrindo uma parte de mim que muitos ate da minha familia nao entendem,
    beijos a todos

  • 13 / 02 / 2013
    Ana Maria Saad

    rafaela,
    vc continua fazendo psicoterapia?
    é mto importante!
    e a melhora vem com tempo, portanto paciencia contigo!
    vc pode ir fazer exercicio fisico, yogaterpia e meditação ativa com a orientação de um terapeuta vao t ajudar.
    vc ta em são paulo?
    bjoka

  • 14 / 02 / 2013
    Rafaela

    Ana
    Vou ao psicologo e no psiquiatra .
    Obrigada pelas dicas ja estou indo atras de aulas de yoga .não sou de curitiba mais estou pesando em ir pra sao paulo visitar uma amiga e dar uma esclarecida. por que?
    Obrigada por responder ..Beijos

  • 17 / 02 / 2013
    Ana Maria Saad

    se vc vier a sp, de segunda feira no centro terapeutico q tem parceria com a ong tem terapeutas a disposição para orientação. da pra falar com eles via skype tb.
    e busque psicologos modernos, q consideram vc como um todo: alem da mente, o corpo tb! pq a mente mente mto!
    por isso que terapia corporal e transpessoal sao otimas!
    bjoka

  • 04 / 03 / 2013
    yasmim

    um dia eu tava em casa e senti um negosso eu n me lembro desse dia então depois de dois dia eu fui pro colégio eu estava procurando um lápis eu senti as coisas correndo se alguém andasse de vagar eu via eles correndo muito rápido e eu sinto o meu coração acelerado ai a minha prof ma chamou pra ir pegar uma blusa com ela depois que sai da escola depois de alguns minutos passou ligaram pra minha mãe e disseram a ela ai quando eu cheguei em casa eu falei a ela
    e etc
    depois de dias , semanas meses minha mãe me levou pro cara que ver se tem problema de vista eu n tinha depois minha mãe disse : eu vou marcar com o medico pra fazer um eco pra ver se eu tenho problema de coração mais minha mãe n me levou ainda e meu irmão vai comprar uma TV 3D mais estava escrito que n pode ver gente que esta gravida e que TEM PROBLEMA DE CORAÇÃO ai eu estou com medo de assistir …
    VCS SABEM ME DISSER SE EU TENHO PROBLEMA DE CORAÇÃO OU ALGUMA COISA OU CINDROME DE PANICO ALGUMA COISA TA ?

  • 04 / 03 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Yasmim,
    Se você diz que não está se sentindo bem, a sua família tem a obrigação de levá-la ao médico! Não existe como alguém lhe dar um diagnostico via internet. Saúde é coisa séria! Lembre isso a sua mãe! Abraços e nos mande notícias.

  • 07 / 03 / 2013
    Day

    Querida Ana Maria Saad e Geison Ferreira vejo que vcs são muito bem informados no que diz respeito á essas doenças psiquiátricas das quais ainda possuo muitas duvidas apesar de estar seguindo á risca o tratamento psiquiátrico e agora recentemente o também psicológico no inicio do medicamento como havia comentado em meu post anterior senti uma boa melhora embora o psiquiatra tivesse me alertado que as vezes no começo do tratamento pudesse haver recaídas.Mas agora no segundo mês de tratamento é que fui realmente sentir os tais sintomas,sintomas esses que vem me assustando bastante,fora as diarreias constantes e dores abdominais fortíssimas,meu pensamentos andam estranhos o medo da morte que sentia junto com a palpitação e os calafrios passaram ,não que eu tenha deixado de ter mas ja sei que não vou morrer numa crise dessas e que se eu morrer em fim vai ser um descaço bem vindo…Esse pensamento em especial me assusta na ultima crise de panico que tive ao invés de ficar paralisada tive uma crise de fúria quebrei muitas coisa esmurrei uma janela de vidro até vê-la em pedaços e depois chorei até não poder mais e adormecer.Os dias tem sido dificeis os pensamento também gostaria de entender um pouco disso só para saber se faz parte do quadro clinico de pacientes com tag e transtorno do panico como eu ou se são sintomas dos remédios que eu tomo que são CITALOPRAM,TRILEPTAL e RIVOTRIL só vou ver meu psiquiatra em 20 dias e gostaria de ter uma ideia a respeito de tudo se vcs puderem ajudar claro. Desde já obrigado

  • 11 / 03 / 2013
    Ana Maria Saad

    day,
    vc esta mergulhando no autoconhecimento?
    os remedios poderao t ajudar a amenizar os sintomas para q vc tenha forças de ir a fundo em vc, descobrindo as causas de vc ter adoecido.
    ninguem adoece a toa da cabeça! por exepmlo: na visão oriental o panico tem muito a ver com raiva reprimida sabia? a gente vai reprimindo tanto o que sentimos a vida toda q uma hora esses sentimentos se acumulam e começam a forçar pra sair, daí vem o panico e também outras crises,como quebrar tudo, como vc fez.
    pra q vc melhore de fato o item mais importante são terapias que t levem ao autoconhecimento e mudança no estilo de vida.
    eu me curei do panico por exemplo depois que fui fazer yoga e me curei de todos os transtornos que tive depois que combinei tratamentos como terapia transpessoal com corporal,meditação ativa conduzida por um terapeuta qualificado, constelação familiar, entre outras.
    nao ha pilula milagrosa, é preciso combinar terapias, ter disciplina e paciencia,pois a melhora demora!
    outra coisa: vc confia nesse psiquiatra q esta indo? foi buscar outra opiniao medica?
    e o caminho da melhora é assim mesmo,a gente fica cheia de duvida, o importante é vc saber q a melhora leva tempo e que a chave para isso esta no autoconhecimento e mudança no estilo de vida!
    bjoka e boa sorte!

  • 11 / 03 / 2013
    Cacilda

    em setembro vai completar 22 anos que tive um surto muito estranho, não podia sentar, não podia deitar , pq tinha a sensação q ia ter um derrame cerebral e ia morrer, sentia o sangue subindo p o cerebro, caminhava de madrugada pela rua, fui em varios psiquiatras e cada remedio q tomava ficava pior, tomei 1 anti depressivo q me deixou sem conseguir andar e passei a noite toda no sofa com a luz acesa falando sozinha, tomei outro q me deixou os dois lados dormentes, pq tudo começou com uma dormencia do lado esquerdo no pescoço,
    depois de 1 ano e meio um medico me passou o endereço de um neuro cirurgiao muito conhecido e respeitado pelas suas cirurgias.
    Fui fiz todos os exames desde ressonancia e ate choque nas unhas. não acusou nada nos exames,
    Eu fiquei desesperada, chorei e disse p o medico q fazia um ano e meio q nao sabia o que era deitar e dormir um sono sem sofrimento.
    Ele me receitou rivotril e terapia com psicologo, fui embora ainda com medo , passei na farmacia comprei o rivotril, cheguei em casa tomei um banho e o rivotril.
    Deitei e consegui dormir , me senti a pessoa mais feliz do mundo..
    Agora não sei o q tive, sera q foi sindrome do panico?
    Se possivel gostaria de uma resposta, por favor.

  • 16 / 03 / 2013
    Edgar Manoel de Mello

    Sou uma pessoa que nunca teve nehum tipo de doença.Tenho 62 anos ,nao fumo e somente bebo cervaja,as vezes nos fins de semana. Porem uma coisza sempre me atormentou. A fobia.Sempre evitei lugares ermos pois sempre imaginava que eu teria um proplema qualquer e eu poderia morrer por falta de socorro medico. Certa vez fui pra ilha grande no rj e quando anoiteceu e eu olhei para o mar em volta comecei a imaginar que se eu passase mall ali , eu morreria por fatta de soccorro medico.Comecei a suar frio , o coraçao diasparou e minha vontade erapedir a alguem para me levar embora dalo rapidamente.Tenho medo constante de dormir e morrer dormindo.Tenho medo,tambem de a qualquer momento ter um ataque cardiaco fulminte e morrer sem ser socorrido.Se cai um cisco no meu olho e nao consigo retira-lo me apavoro.Se tomo uma anesrezia no dentgista e ela nao termina o efeito quando eu quero me desespero. Em resumo e ue nao posso controla-lo, mexe com eu metabolismo.O que e isto? como trata-lo? abraços

  • 18 / 03 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Edgar,
    Talvez o ideal seria você procurar uma ajuda terapêutica. Pois no mínimo você irá se conhecer melhor e entender de onde vem estas sensações. Tudo que sentimos é nosso corpo indicando alguma coisa. Mas as vezes deixamos o racional subestimar nossas sensações e sentimentos. E ficamos convivendo com o mal-estar. Se cuide! Abraços.

  • 18 / 03 / 2013
    elaine lopes silva

    eu me sinto como se estivesse morrendo ja ate´me veijo caida e meus filhos desesperados o tao mal que nao~vai passar

  • 30 / 03 / 2013
    Ana Maria Saad

    elaine, vc buscou ajuda profissional? médica e terapeutica?

  • 30 / 03 / 2013
    Ana Maria Saad

    querido,
    busque um médico de sua confiança e um terapeuta que te ajude a descobrir as causas do seu mal estar!
    isso é muito comum. eu tive e me curei depois de muito tratamento teraepeutico e mergulho no autoconhecimento.
    bjoka

  • 30 / 03 / 2013
    Ana Maria Saad

    cacilda,
    os transtornos mentais são apenas sintomas de que algo dentro de nós nao vai bem.
    as causas dessa sua crise só vc podera descobrir as custas de muita terapia e mergulho no autoconhecimento através de terapias integrativas, que tratem de vc como um todo: corpo, mente e ser.
    Pra vc ter uma idéia quando eu comecei a ter crises depressivas muito fortes e ataques de panico ouvia da minha familia que nao tinha motivos pra ter isso. qdo comecei no caminho do autoconhecimento atraves da terapia transpessoal,corporal, constelação familiar e outras técnicas descobri que tinha motivos de sobra!
    somos seres humanos, cada um é um mundo! entulhamos muita coisa no nosso porão, que é o inconsciente, reprimimos muito nossas necessidades e sentimentos, ate que esse entulho todo começa a forçar pra sair, daí as crises aparecem.
    o remedio apenas trata os sintomas, agora que vc ta com esses sintomas controlados, aproveite pra buscar terapeutas humanos e confiaveis e descobrir as causas da crise!
    bjoka

  • 01 / 04 / 2013
    Natalia Aparecida

    Bom Dia eu me chamo Natalia ,gostaria de saber se sofro de sindrome do panico ou depressão…Na primeira crise que tive ,pensei que ia morrer o coração começou a desparar e me veio uma imagem de que eu estava na barriga da minha e meu pai batendo na barriga da minha mãe eu chorava muito e achava que naquele intante ia morrer ,tinha apenas 18 anos quando a crise me acompanhou ,depois de 2 semanas passou …mas eu vinhas sentindo durante os dias como se minha alma fosse sair para fora tinha muito medo de me matar ….isso aconteceu quando fiquei um ano fora de casa ,mas durante este ano que fiquei fora aconteceu essa crise ,e depois comecei a ter esses medos pequenos,achei que consegueria viver com esses medos pequenos……..mas no começo deste ano 2013 retornei para casa e depois de 2 semanas em casa tive uma crise muito forte ,falando que deus não existia ,comecei a suar ,tremedeira ,taquicardia ,sensação de que nada existia e nada tinha sentido ,sentia fora de mim tinha agonia de pronunciar as palavras ,parecia que tinha alguem me falando que nada existia e que valia a pena morrer ,fiquei 3 meses agoniada achando que nada tinha sentido e que ia morrer …e as crises aumentava com forte pressão na cabeça ,diarreia ,medo ,falta de concentração ,taquicardia ,e sem sentido …me falaram que eram ansiedade ..tomei alguns remedios naturais da ansiedade ,como valeriana ,melhorou um pouco o suor e as noites que não dormia…………

    Obs: Eu só queria saber o que sinto ,porque muitas pessoas dizem que estão ansiosas com panico mas não sabem o porque ….mas eu quando tenho crises me acompanha pensamentos e vozes ai a crise de panico e ansiedade aumenta .

    O que realmente tenho ?
    obg

  • 02 / 04 / 2013
    cleiza

    bom dia
    Escrevo esta linhas para saber o que tenho o medico disse que estou com depressão pois acordo a noite com dor no peito parece que vou morrer e tenho falta de ar ja fiz um caqueterismo mais não deu nada não aguento mais esta dor que me sufoca não durmo a noite e meu peito queima que nem fogo me ajuda por favor obrigada

  • 02 / 04 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Cleiza,
    Saúde é coisa bem séria que merece toda a nossa dedicação. Para se ter um diagnostico conclusivo, você precisa visitar médicos especialistas e/ou terapeutas que possam te ajudar a chegar nas raízes dessas suas sensações. A internet é um forte aliado na informação e esclarecimento, mas seriamos bem levianos se te passássemos qualquer tipo de diagnostico. Continue visitando e conhecendo nosso trabalho, pois daqui você pode se esclarecer e cruzar informações com seu médico. Grande abraço.

  • 02 / 04 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Natália,
    Para se ter um diagnostico conclusivo, você precisa visitar médicos especialistas e/ou terapeutas que possam te ajudar a chegar nas raízes dessas suas sensações. A internet é um forte aliado na informação e esclarecimento, mas seriamos bem levianos se te passássemos qualquer tipo de diagnostico. O que podemos te dizer é que existe a medicina integrativa que é uma abordagem médica orientada para a cura, em que o foco do tratamento não é apenas a ausência da doença, e sim, o bem-estar do paciente. Ela visa abordar a pessoa em seu todo (mente, corpo e espírito), incluindo os aspectos do estilo de vida e enfatizando as relações terapêuticas entre o paciente e o médico. Além disso, agrega o melhor da medicina convencional e da medicina complementar, estabelecendo um caminho de equilíbrio entre as diversas abordagens já existentes. Se informe a respeito e procure orientação. Se você estiver em São Paulo poderemos te indicar o Espaço Casa Focarte, http://focarte.com.br/ Procure a terapeuta Elliana Tiemi e busque informações a respeito. Grande abraço.

  • 02 / 04 / 2013
    Cacilda

    Ana Maria Saad , obrigada pela ajuda, concordo com vc em tudo que escreveu!
    Muitas vezes temos problemas e nem sabemos de onde vem, mas quando vamos fundo no nosso interiror e que descobrimos os motivos e eles existem , são reais.
    O pouco que descobri já me deu animo para contiuar com a terapia.
    Amigos (as) procurem médicos indicados por amigos de confiança, tem serviços bons e gratuitos, outros por um preço acessivel, torço por todos que fiquem bem e felizes, pq nada é mais importante do que nossa felicidade!!!

  • 05 / 04 / 2013
    SUSANA DE FATIMA RIBEIRO

    JA TIVE DEPRESSÃO SINDROME DO PÃNICO GRAÇAS A DEUS COM MUITAS ORAÇOES E TRATAMENTO FUI LIBERTA,EU ACHAVA QUE NUNCA IRIA CONSEGUIR FICAR SEM OS ANTIDEPRESSIVOS POIS TINHA MEDO ATÉ DA MINHA PRÓPRIA SONBRA. PARA SE LIBERTAR ,A GENTE TEM QUE QUERER E SE AJUDAR,NÃO DAR TRELA PROS MAUS PENSAMENTOS E PARA AS SENÇAÇÕES DE MEDO MORTE, E OUTROS. E´SÓ SER FIRME QUE VENCE.

  • 10 / 04 / 2013
    ozana

    desabafo!

    tenho sindrome do pânico (medo de morrer)
    penso que vou morrer a todo o instante. agora mesmo penso que vou morrer, penso que o meu coração vai parar. não aguento mais isso. sou assim desde os meus 25 anos, hoje tenho 45.

    sábado passado, estava lavando roupa qdo. o meu coração disparou, corri para a casa de minha irmão(vizinha) que é técnica de enfermagem, para que ela me examinasse e dissesse se eu deveria ir a emergência, ela vericou os meus batimentos e disse que estavam normais, depois eu melhorei. mas não tiro isso de minha cabeça: acho que vou sentir de novo e ou morrer. me ajudem.

  • 13 / 04 / 2013
    Geison Ferreira

    Susana,
    Que bom que você está bem! Realmente um grande primeiro passo é querer ajuda. Mas transtornos de humor são iguais a todas as demais doenças e precisam ter tratamento efetivo junto com especialistas, médicos e terapeutas para que o paciente encontre a sua cura. Cada caso é um caso. E sua participação aqui é muito motivadora! Grande abraço.

  • 13 / 04 / 2013
    kely

    Oiie eu sofro de sindrome do panico a mais de 7 anos,e descobrir que era sindrome em alguns meses …

  • 15 / 04 / 2013
    Ana Maria Saad

    querida ozana, chega de sofrer,né!
    procure ajuda médica e terapeutica! pois isso q vc tem, tem tratamento!
    bjoka

  • 15 / 04 / 2013
    Ana Maria Saad

    bom saber de ti querida Cacilda!
    e ha sim luz no fim do tunel, né!
    bjoka

  • 15 / 04 / 2013
    Ana Maria Saad

    querida, vc ja buscou outras opinioes medicas?
    buscou terapia para vc mergulhar em vc mesma e no autoconhecimento?
    torcendo por ti!
    bjoka

  • 15 / 04 / 2013
    Ana Maria Saad

    natalia, vc ja foi ao medico?
    faz terapias?
    porque diagnostico somente um psiquiatra bem treinado podera te dar.
    bjoka

  • 16 / 04 / 2013
    elsio nunes

    como receber ajuda piscologica atraves do email

  • 16 / 04 / 2013
    Cacilda

    Natalia querida, procure um psiquiatra de confiança, passei por tudo que vc diz passar, ouvia vozes, via vultos, hoje estou bem!
    continuo tomando rivotril, mas faço terapia, natação e nunca mais escutei vozes nem vi vultos, eu passei em três psiquiatras e no terceiro que foi indicado por um neuro foi que deu certo meu tratamento!
    Torcendo por vc e por todos que deixaram suas angustias escritas aqui, e tenho certeza que como eu consegui vc’s conseguirão tb.
    Bjs fraterno

  • 17 / 04 / 2013
    Cacilda

    ola elsio ajuda psicologica por e-mail sem ir ao medico? se for somente via e-mail acho impossivel ser ajudado. Penso que nenhum psicologo faz um diagnostico via e-mail.
    Procure um medico amigo.
    Bjs fraterno

  • 20 / 04 / 2013
    elimara

    sinto falta de ar mais ja fui ao medico eu nao tenho nada nao sei oque er isso

  • 29 / 04 / 2013
    lincon ferreira morais

    convivo a mais de um ano com a sindrome aainda estol sofrendo,nao tem muito tempo comecei a tomar certralina mas ainda nao estou bem hoje mesmo passei um dia de cao.

  • 29 / 04 / 2013
    lincon ferreira morais

    ha mais de ano convivo com a sindrome,perdi hum ano da minha vida,ainda hoje passei um dia de cao.

  • 30 / 04 / 2013
    Cacilda

    Lincon só o remédio não ajuda, vc tem que procurar um psiquiatra que te indique um psicologo!
    Não sei qual cidade vc mora, mas existe hoje muitos tratamentos pelo Sus otimo
    http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=24627
    o telefone p informações é 136

  • 30 / 04 / 2013
    Ana Maria Saad

    Cacilda,
    É muito bom tê-la por perto! Grande abraço e continue conosco.

  • 06 / 05 / 2013
    Ana Maria Saad

    querida busque outros medicos e busque fazer terapia!
    bjoka

  • 06 / 05 / 2013
    Ana Maria Saad

    querido de uma olhada nisso: http://terapeutassemfronteiras.org.br/site/
    bjoka

  • 06 / 05 / 2013
    Cacilda

    Ola Ana Maria Saad,
    Obrigada pelo link, por estar sempre nos ajudando, estou me tratando , hoje posso dizer que melhorei , mas ainda sinto que falta algo e não vou desistir enquanto não encontrar esse algo…
    Abraços

  • 20 / 05 / 2013
    Ana Maria Saad

    desistir jamais cacilda!
    esse é o processo mesmo: melhora, piora, vc vai se conhecendo ate q vc melhora mesmo!
    conte com a gente!
    bjoka

  • 21 / 05 / 2013
    o superado

    cara evitem comer a noit nao sei por que mas depois q comia semti uma leveza pensei q ia morre emtao depois passou eu pensei frescura minha vou viver minha vida outra a um tenpo sofrim tipo uma depresao pensamemtos doidos e aguniantes comecei a ir para a lan house e parou mas as vezes volta mas comeso a pensa outra coisa q gosto vc nao esta so eu brinco de buneco e bom eu mim imgino com super puderes brincando eso uma questao de si destrai vc nao eu unico

  • 21 / 05 / 2013
    o superado

    pessoal ja passei poe isso e so ir mas para o mundo sair de casa vai da certo entem em progeto da escola e vao jogar video game mas sem si vicia comigo deu certo

  • 02 / 06 / 2013
    sissi vaz de oliveira

    eu ja nao sei mais o que faço em relaçao o sindrome do panico, ja foi em varios medicos tomei varios remedios ,continuo com medo de dar crise ,ja cheguei ao tal ponto que sai mais de casa as pessoas cassam e nao tive apoio de niguem;eu acho que toda mundo deveria ter sindrome do panico para saber o que realmente oque as pessoas que tem passa todo dia eu acordo e agradeço adeus porque estou respirand eu vejo amorte na cAra sera o que podemos fazer.

  • 02 / 06 / 2013
    Ana Maria Saad

    Sissi,
    Além do remedio para que vc encontre a melhora do panico é preciso fazer terapia pra q vc se conheça melhor, buscar um estilo de vida mais saudavel (fazer exercicio fisico, alimentação balanceada)
    veja esse video: vhttp://www.youtube.com/watch?v=1fjefrJg7Wk
    eu so me curei do panico depois que fui fazer yoga e aprendi a respirar direito, entrar em contato com meu corpo, perceber quando as crises estavam chegando, enfim querida não é so tomar remedio e pronto, é preciso q vc entenda o que é a sindrome do panico e descubra pq vc esta tendo isso e va atras de tratamento efetivo que inclui tudo o que descrevi anteriormente.
    se vc realmente fizer isso e tiver disciplina vc vai melhorar!
    bjoka

  • 02 / 06 / 2013
    Cacilda

    Ola
    Sissi, faça como a Ana Maria Saad escreveu, estou ainda tomandao remedio, apenas 1 a noite, mas depois da terapia já saio , vou ao shopping, sozinha ou com amigas, não importa o importante é sair de casa, vc passa a ter controle de si mesmo a partir do momento que descobre o porque da doença, e sabendo o porque consegue controlar.
    Ana Maria Saad, obrigada :)
    Otima semana p/nós
    Abraços

  • 10 / 06 / 2013
    Ana Maria Saad

    Assim seja Cacilda!
    Feliz por ti e seu processo de melhora!
    bjokaaaaa

  • 23 / 06 / 2013
    pedro ACOSTA

    ..https://www.facebook.com/groups/SOS.PANICO/

    Liberte-se do mal da mente síndrome do panico! ๏̯͡๏
    TIVE SP DURANTE 20 ANOS DE MINHA VIDA DEVIDO O GRANDE SOFRIMENTO A NA ANSIÁ ME LIBERTAR DISSO DEDIQUEI ANOS DA MINHA VIDA ESTUDANDO O PROBLEMA LENDO BUSCANDO INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE …
    294 membros · Participar do grupo

  • 23 / 06 / 2013
    vanusa

    me ajuda vou morrer

  • 25 / 06 / 2013
    Cacilda

    vanusa procure um psicologo …psiquiatra…vc não vai morrer, vai viver muuuuuuito …e ser imensamente felizzzzz….. se cuida corre vanusa a felicidade está batendo na sua porta..bjs e um abração bem apertado Upaaaaaa..

  • 01 / 07 / 2013
    LAIS

    Realmente é uma situação tão complicada estou passando por isso, sempre fui uma pessoa forte porém a vida me desencadeou tantos problemas pessoais que aos meus 22 anos de idade estou sofrendo com essa síndrome, coisas que eram tãos facéis fazer que hj para mim se tornou complicado, como ficar só, dirigir, não consigo realizar certas tarefas, minha família me critica, falam que eu que estou querendo ficar louca, caçando problema, já não sei mais o q fazer, não consigo dormir mais a noite direito, as crises estão mais frequentes e tudo começou com maior intensidade após o meu parto!

  • 01 / 07 / 2013
    Geison Ferreira

    Lais, é muito importante que você busque ajuda especializada. Síndrome do Pânico e todo transtorno de humor são doenças que precisam do diagnostico correto para um tratamento efetivo. Sabemos o quanto não é fácil conviver com esta doença e a boa notícia é: Você NÃO precisa conviver com esta doença! Busque ajuda!!! Grande abraço.

  • 01 / 07 / 2013
    Cacilda

    Lais passei por tudo que vc está passando, busquei ajuda psicologica, psiquiatra e posso te afirmar que com o tratamento vc vai ficar bem, siga os conselhos do Geison Ferreira, busque ajuda .
    Espero noticias suas ok..abraços

  • 01 / 07 / 2013
    Elizeu

    Sinto meu coração disparar quando vou durmir, uma sensasão desconfortavel, medo, e sem dar conta de durmir, teve uma noite que fiquei 3hs tentando durmir……. :///

  • 02 / 07 / 2013
    Marcos

    Sinto medo de aproximar das pessoas não sei o que dizer a elas.Quando vou a festas piorou fico bem pior.

  • 02 / 07 / 2013
    isabel Cristina

    Desde setembro de 2.012,,após alguns meses de uma anestesia aplicada pelo dentista que me ocasionou uma parastesia por 2 meses, comecei a ter crises de pânico novamwnte, pq na realidade tenho desde pequena.Desta vez as crises se tornaram diárias, com uma sensação horrível durante o dia todo,passei uns 3 meses sem dormir à noite.Fui há vários psicólogos que não se afinaram comigo, fui até ao psiquiatra que não me receitou remédio ,pq entendeu que o meu caso se devia a stress pós traumático.Fiquei tão ansiosa que não conseguia mais comer, nem malhar na academia,coisa que sempre adorei;no natal não conseguí sequer comprar uma roupa nova para mim. Por fim no mês de fevereiro iniciei um tratamento com uma psicóloga holística ,através da cura quântica estelar. Daí um mês já me sentia bem melhor, hoje já melhorei uns 80% espero nunca mais sofrer com essa doença psicológica,porém maldita. É muito bom ler esses depoimentos e saber que não estamos sózinhos

  • 03 / 07 / 2013
    neide rodrigues

    eu tenho um pobrema de quando vou dormi me da uma coisa ruim na cabeça e me anfraqueçe as braços e tudo em min e nao posso mexer se mecho pareçe que almenta a velocidade mas é muito dificio isso acantecer tenho muito medo ja acontecu umas 2 vezs na semana

  • 03 / 07 / 2013
    neide rodrigues

    e tenho muito medo de alguem por as maõs em min ou me chamar quando estou nesse prosseço horrivel

  • 04 / 07 / 2013
    Ana Maria Saad

    vanusa busque um medico!

  • 06 / 07 / 2013
    taluana santiago de oliveira

    ola boa noite gostaria que me ajudasse sofro de um medo meu coração dispara nao sei o que é me fale por favor me ajude obrigado

  • 08 / 07 / 2013
    Daniel

    No começo, imaginava se tratar (pela crendice da família) de ataques de vermes às coisas mais mirabolantes que se pode imaginar, mas quando a coisa foi tomando proporções maiores, começou as idas ao hospital. O médico, pelo que tudo indicava, não tinha cacife para diagnosticar uma S.P., (coisa que é muito difícil, reconheço, se confunde com outros sintomas como arritmia e etc.), estava eu tremendo, com o coração na boca disparado, pálido e com mãos e pés completamente frios, aquele grande fogo no peito que subia à garganta, cada vez mais forte quando cada vez mais forte era o meu medo. Saí do Pronto Socorro com a ideia do médico e de seus exames, de que quase sofri um ataque cardíaco, de que deveria parar de fazer isso ou aquilo, então criei uma crença de que, seguindo esses pormenores, eu haveria de ficar completamente curado. Ledo engano, não tardou para começar novamente aquele grande aquecimento do peito. Ao longo dos meses, fui criando crenças, fazendo testes (…) Retirei a cafeína (e isso até melhorava porque, correto ou não, me aliviava), foi uma crença que desenvolvi, mas depois de outros tantos meses, decidi voltar a tomar o meu cafezinho, já com a certeza de que o mal seria outro. Quando atingi minha maturidade, aprendi sozinho a provar as crises e até rir delas, em certo ponto, eu provocava conscientemente as batidas rápidas para logo depois tranquilizá-las, e eu fazia isso através da calma, do controle, da profunda e amena respiração. Foi aí então que dominei esse problema e hoje até acho graça quando lembro do desespero de um jovem de 16 anos com o medo da possível morte em função da agonia que dá no momento de ataque, ainda mais porque sentia de repente, sem qualquer causa exterior. Hoje, com 22 anos, tenho pleno controle, e falar disso me traz péssimas lembras, minhas mãos ficam frias, tenho uma leve impressão que…No entanto, completamente confiante do meu domínio e da minha vitória sobre essa biltre, eu rio! E com todo o escárnio que se pode ter de um problema tão ridículo e que, ao mesmo tempo atrapalha a vida das pessoas. Hoje ganhei algumas fobias, de altura, túneis, alta velocidade (sim, por incrível que pareça), que sei muito bem que são consequências da maldita, mas a principal, o medo dos medos, isto é, a fobia da fobia (o medo quase mórbido de você sentir a S.P. está exterminada) e já que tenho plena consciência de meus atos e das coisas que sei, e que por mérito próprio desvendei sozinho, também rio porque subo, apesar do medo (que não dura uns 2 minutos porque aprendi a domar), desço túneis, ando em alta velocidade, apesar de tudo, esses medos desaparecem quando enfrento com toda a garra que tive até hoje, com todas as armas que pude angariar. Bem, é isso, depois da cura, sem remédios, sem qualquer ajuda direta e verdadeira, descobri que a bendita era uma tal Síndrome do Pânico, hahaha! Boa sorte aos que desejam se verem sem esses problemas de difícil detecção, e de mais difícil origem também – eu cogito que seja a depressão de algum momento ruim ou de excesso de estresse que desencadeia em algumas pessoas predispostas, mas como não sou profissional da área, só posso cogitar e teorizar sobre o que vivi e senti. Boa noite e sorte a todos.

  • 11 / 07 / 2013
    neide pimentel bezerra

    tenho esse problema alguns anos as vezes nao sei como reagir, quando passo tribulaçoes me sinto com muito medo meu coraçao dispara minha boca seca, sinto que vou morrer.

  • 11 / 07 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Neide,
    Síndrome do Pânico, assim como todos os transtornos de humor, são doenças que precisam ser diagnosticadas corretamente por um especialista para que possa ser feito um tratamento efetivo.
    Se você está sentindo estes sintomas, procure ajuda. Grande abraço!

  • 11 / 07 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Taluana, como você está?
    Bom, como eu disse numa resposta logo acima, Síndrome do Pânico, assim como todos os transtornos de humor, são doenças que precisam ser diagnosticadas corretamente por um especialista para que possa ser feito um tratamento efetivo. Se você está sentindo estes sintomas, procure ajuda. Grande abraço!

  • 11 / 07 / 2013
    Cacilda

    Ola Neide, já tive os mesmos sintomas que vc, procurei ajuda médica, psiquiatra e psicologo, hoje me sinto bem, continuo fazendo terapia e tomando um remedio apenas, sendo q tomava 3 remedios, com a ajuda dos especialistas vc vai melhorando e com o decorrer do tempo vc não tem mais essas sensações que vai morrer.
    Morrer vc não vai , mas as sensação é horrivel, sei pq passei por isso. Procure ajuda médica ok..estou torcendo por vc !
    Abraços

  • 11 / 07 / 2013
    Cacilda

    Ola Taluana que nome bonito o seu! Vc tem que procurar ajuda de um especialista para tratar a sua doença.
    Se for Sindrome do panico eles te encaminham para psiquiatrar e psicologos e com o tratamento logo vc não sentira mais esse medo!
    Espero ter podido lhe ajudar. Fico torcendo p que vc fique bem e dê noticias ok..Abraços

  • 11 / 07 / 2013
    Cacilda

    Ola Daniel obrigada por compartilhar conosco a sua luta em vencer a SP!
    Eu sozinha não consegui, tive que tomar remedios, fazer terapia, mas hoje penso que sei o q me levou a ter a SP!
    Felicidades p vc Daniel!
    Abraços

  • 12 / 07 / 2013
    Vamos nos abrir mais para o mundo? | Movimento Atados

    [...] o último. Não conseguia dormir, era um pesadelo acordado em todos lugares que ia. Essa era a Síndrome do Pânico batendo na minha porta! Após esse período escuro da minha vida, melhorei. Fui me informando, me [...]

  • 13 / 07 / 2013
    Aline Dias

    Olá… Eu me sensibilizei bastante com o que li aqui.. Pois sofri com essa doença e com a depressao por 4 anos e depois de sofrer muito encontrei a cura. Criei um blog explicando o processo que fiz, levou um certo tempo, mas eu consegui! =)
    meu blog é aartedoautoconhecimento.blogspot.com.br
    Espero poder ajudá-los.
    Bjo enorme…s2

  • 16 / 07 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Aline, visitamos seu blog e ele é o máximo! Principalmente por sentir que te promove bem estar a partir de suas próprias avaliações sobre a vida.
    O que mais vejo são pessoas se enchendo de dados e conhecimento externo, mas não sabem nada a respeito de si próprios. Sabem detalhadamente a vida e literatura de tal artista, mas não sabem decidir se preferem a cor verde ou azul! O conhecimento é muito importante, fundamental. Mas saber o que se passa dentro de nós, os reais desejos e objetivos, é determinante para qualquer processo. Principalmente de cura!
    Seja sempre bem-vida no Pensamentos Filmados. Grande abraço pra você lindona!!!

  • 17 / 07 / 2013
    rosilda d. a. platini

    como controlar crise de pânico?

  • 19 / 07 / 2013
    Carla ramos silva

    Oi eu estou sentindo umas coisas estranhas depois q ganhei meu filho fico com medo de sair na rua , acho q estou com problemas na visão tenho muito medo ,quando vem essa sensação eu acho q vou morrer….me ajude por favor…..

  • 19 / 07 / 2013
    jessica

    gente eu entendo vcs,pois eu estou assim e pior que ninguém me entende,estou preste a ficar louca……todo mundo fala que é frescura ou coisa ruim, mais não sei mais o que fazer.
    estou tomando diazepam, é o que me deixa melhor.
    sintomas-fomigamento no corpo todo,dor de cabeça,palpitação,alma saindo do corpo,medo de morrer,falta de ar,do no estomago,dor no peito,etc.
    enfim eu sinto tudo isso e as vezes parece que a minha alma esta saindo do meu corpo,e tenho que pular da cama de tanto medo que eu tenho,não aguento mais isso ,e o pior é que eu tenho que me desabafar se não eu fico mais ruim…..mais as pessoas fica rindo de mim.mais eu aprendi uma coisa quando da as crises da ne mim eu vou falar com DEUS ele sim me ajuda, eu oro de madrugada, pq a biblia manda a gente orar de madrugada pois é a ora que DEUS mais escuta a gente…..AGORA EU FALO PARA VCS QUANDO DER AS CRISES FALEM COM JESUS FALEM COM JESUS,POIS ELE É O NOSSO PAI,e ele sim escuta a gente e te dar sauude…….espero ter ajudado bjs.

  • 20 / 07 / 2013
    MartaPaiva

    Desde a uns tempos que comecei a ficar mais estressada, entretanto apareceram me umas mancha nas costas e foi ai que tudo começou. Pensei que tinha uma doença grave e afinal nao era nada , mas cada vez que sentia uma dor pensava que tinha uma doença e isso nao me saia da cabeça , entao basta acontecer algo, pensar em algo mais fora do normal e fico insistindo nisso, so consigo pensar nisso fico paranoica, minha cabeça parece que nao para com tanta informaçao, sei que estou nos sitios mas me parece tudo sorreal, meu coraçao fica descontrolado, tremo, tenho enjoos, dores de barriga, fico triste so me apetece chorar… sensaçoes horriveis. E isto tudo porque meto uma coisa na cabeça que nem é real mas fico matutando nela vezes sem conta e entro num estado de panico! sensaçao horrivel so me quero tratar e que tenha a sorte de isto me passar e controlar meus sentimentos.

  • 21 / 07 / 2013
    felisbela Santos

    Boa tarde pessoal, passei neste blog por acaso, sou uma mãe que sempre lutou para preservar a saúde de 4 filhos, mas entre eles o mais velho aos 18 anos entrou em uma crise desencadeada pelo estômago, entrou em uma depressão violenta, sem forças para mais nada, era como se ele estivesse vegetando, mas como tudo tem um porque consegui ir dando atendimento e me disponibilizando para que ele se recuperasse, mas não consegui.
    Depois de alguns dias conseguimos uma consulta com psiquiatra onde lhe entregou uma receita com medicamentos controlados, eu olhei e vi que se ele tomasse aqueles medicamentos seria um ser humano dependente,
    Então fiz o que estava em minhas mãos mudei a alimentação dele , e ensinei ele a tomar azeite todos os dias, mas tomou o medicamento por quinze dias, tomava muito suco de maracujá, e bastante frutas em sua alimentação, e fizemos uma desintoxicação alimentar.
    Fortalecemos o seu espírito com oração e ele se humilhou diante do Deus Todo Onipotente
    pedindo pela sua saúde, todos em casa entraram em retiro para esta Guerra em defesa do irmão, vencemos pela fé na proteção divina, e digo a todos os que estão passando por estes processos, faça uma retrospectiva até o momento em que tudo começou e encontrarão uma chave para abrir a porta que foi fechada, onde foi que aconteceu a ruptura da sua força espiritual, busque este equilíbrio , sua pele ficou amarelada, sua boca salivando, intestino preso, deverá começar uma limpeza estomacal voce comeu alguma alimentação contaminada, onde vem a desencadear todo o efeito contrario destas descargas, não tenha medo, pois vc esta aprendendo neste procedimento:
    se quiser siga estas orientação
    pela manhã
    um bom banho para relaxar e tirar o suor da noite, solicite para algum aplicar um pouco de loção em seus ombros e costas para troca de energia( pessoa de sua confiança)
    se vc puder feche seu quarto e faça uma oração do Pai Nosso,
    tome 1 colher de café de azeite pela manhã antes do café:
    tomar 2 litros de agua durante o dia
    comer frutas, geleias, queijo fresco, iogurtes, granolas, sucos naturais e muita verdura
    tome sol durante a manhã e observe a natureza
    se puder escreva sobre o que sentiu depois destes passos e comece a observar tudo em sua volta e medite em todos os caminhos que vc andou.
    Não se preocupe em ter errado na vida, mas reconheça que aprendeu a lição.
    O perdão deve ser pedido a quem ofendeu para recuperar o que é de mais precioso :a Paz
    Passe em seu rosto um pouco de azeite.e deixe absorver depois lave bem seu rosto aplicando toalhas com agua fria.
    Não fique muito no computador por causa da radiação.
    Acredita na força Divinal e que vc é um templo do Altissimo e veja que terá sua saúde recuperada, Beijos a todos e que a felicidade e a Paz sejam vossas companheiras!!!

    Belinha

  • 21 / 07 / 2013
    CLAUDENICE ARAUJO DE SOUZA

    Eu acho que tenho sindrome do pânico, ou realmente estou com problema no coração. pq sem mais nem menos eu sinto meu coração acelerar, já fui umas cinco vez ao médico fiz elétro e deu normal. gostaria que alguém me disesse algu para aliviar esse problema, pois fico pensando que vou morrer.

  • 22 / 07 / 2013
    Ana Maria Saad

    querida procure outros médicos, para pegar outras opiniões e eu me curei da sindrome do panico depois que fui praticar yoga.
    meditação tb ajuda mto!
    bjoka

  • 22 / 07 / 2013
    Ana Maria Saad

    marta vc está refem da sua mente que te tortura com pensamentos obsessivos.
    fique tranquila pq vc nao é a unica, vivemos em uma sociedade onde somos educados a sermos refens da propria mente.
    portanto querida coloque esse instrumento a seu favor: va fazer yoga, tecnincas de meditação, terapia transpessoal,bioenergetica, pq assim vc vai aprender a lidar consigo mesma e tera controle sobre a sua mente!
    bjoka

  • 22 / 07 / 2013
    Ana Maria Saad

    alem de jesus é preciso ir falar com terapeutas,combinar tratamentos e mergulhar no autoconhecimento para descobrir as causas da doença e colocar a mente no lugar dela! portanto busque terapeutas das linha bioenergetica e transpessoal, va fazer constelação familiar, mudar o estilo de vida com uma aimeentaçãomais saudavel, fazer exercicio, yoga e meditação, pq jesus quer ajudar e coloca tudo isso a sua disposição!
    bjoka

  • 22 / 07 / 2013
    Ana Maria Saad

    carla procure medicos, pegue algumas opiniões medicas e se trate!
    nao espere ficar pior!
    bjoka

  • 22 / 07 / 2013
    Ana Maria Saad

    rosilda eu me curei do panico depois que fui fazer yoga e aprendi a respirar e a ouvir meu corpo.
    alem do yoga fui fazer uma combinação de tratamento com terapia transpessoal e bioenergetica para me autoconhecer.
    tem jeito sim!
    bjoka

  • 22 / 07 / 2013
    Cacilda

    Oi Ana Maria Saad, hoje acordei muito mal, mas não tive a SP, muita depressão, e como sei que tudo começa com a depressão vou viajar com meu filho.
    Estava até bem, mas como perdi minha mãe, vem a saudade e começo a ficar triste e sem controle, choro muito , não consigo me controlar, vou pesquisar esse tratamento que vc fez, pq ficar bem e depois voltar tudo de novo é horrivel.
    Agradeço de coração a sua ajuda!
    Excelente semana.
    Abraços

  • 25 / 07 / 2013
    Rodrigo Viana

    Provavelmente tenho síndrome do Pânico, tudo começou a 1 ano e meio atrás, eu estava com 24 anos e meu Pai veio a falecer depois de 6 meses comecei a sentir essas crises. coração acelerava de uma hora pra outra, dor no peito, tontura, pensando que ia morrer a todo tempo. Chegava no hospital pressão normal, Ate que um dia fui no hospital sentindo isso novamente, como moro no interior fizeram um eletro e me transferiram com urgência para o hospital do coração em Fortaleza, sai de UTI móvel quase morrendo e na minha cabeça eu pensava que iria ter uma parada cardíaca a qualquer momento, chegando lá tudo normal, já fiz eletrocardiograma, esteira, houter, ecocardiograma… em fim vários exames e tudo normal, mais ainda continuo sentindo que vou morrer e é só eu sentir isto que meu coração começa a querer acelerar, isso é angustiante. Agora pra completar não posso entrar em um local que tenha prateleiras tipo mercantis, padarias, supermercados etc, que eu ja começo a passar mal a pressão sobe e começa tudo de novo…

  • 29 / 07 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Rodrigo,
    Se você ainda se sente mal, mesmo com os exames físicos dando negativo, talvez seja o caso de procurar uma ajuda psicológica e/ou terapêutica que possa te ajudar nestes sintomas. E apenas um especialista pode te diagnosticar corretamente para que você faça um tratamento efetivo e melhore logo. Mas não tenha medo, muito menos conserve estas sensações que te fazem tão mal. Não vale a pena continuar sofrendo enquanto existe tantos tratamentos bacanas que vão te fazer se sentir tão melhor. Grande abraço!

  • 02 / 08 / 2013
    Cidália

    Olá …
    Já tive pelo menos 5 desses transtornos de pânico ..A minha mãe abandonou me quando era pequena(9 anos) e o meu grande medo é que de quem gosto me abandone tb…
    Por vezes ligo estes transtornos a isso porque escondi muitas emoções e penso muito na vida sou bastante nervosa e ansiosa…Posso estar na cama de repente o coração começa a bater descontroladamente parece um bombo as mãos ficam me frias sinto um formigueiro nos braços o cérebro parece que vai explodir e sinto que vou morrer ali!!! Só quem passa por isto porque descrever para quem não acredita ou não o sente é muito fácil!!! Eu aprendo a controlar porque quando me dão penso que não respiro porque tenho essa sensação…. Então penso _ Vá Cidália já te deram outros iguais não morres te pois não? E assim fico mais sossegada respiro9 fundo onde aja corrente de ar penso em coisas boas etc… Força pessoal ânimo e quando vocês se sentirem assim tentai acalmar o vosso corpo!!!

  • 03 / 08 / 2013
    Rosangela Aparecida Minguini Martins

    nossa li os relatos de varias pessoas que sofrem ou ja sofreram com sp , gente e horrrr nao desejo isso pra ninguem meu medo de morrer e tao grande sei q tds irao um dia , mas o meu maior medo e morrer de infarto . niguem merece sinto meu corpo tremer ,coraçao acelerar , dor no peito alem da fibromialgia doi td nao aguento , ja fiz varios exames e graças a Deus falam sempre q o coraçao ta joia ,ja fiz ate o doopler da carotida de tanto medo e graças a Deus tambem nao deu nada mas ando pessima doi td meu sangue parece tremer por dentro estou 3 dias sem tomar o rivotril ,nao sei se e abstinencia q esta acelerando meu coraçao tava tomando fluoxetina ai meu coraçao disparava parei por conta ,tomo proponalol sinto dores no estomago , no meu rim tenho claculo , na visicula tambem enfim tenho td me ajude por favor ja fui a psicologo ,psquiatra e nada cabo saindo pior pq no que eu fui era em grupo saia absolvendo problema de td mundo horr, se fla q infarto adormece as maos nao demora to eu la com a mao adormecida , td q fala acabo sentindo me ajude .

  • 03 / 08 / 2013
    Geison Ferreira

    Cidália,
    Seja bem vinda neste espaço e obrigado por compartilhar sua experiência. O ideal é buscar ajuda especializada, pois apenas com um diagnostico correto o paciente poderá fazer um tratamento efetivo e se curar deste transtorno. Você parece já ter consciência das causas que te levaram a adoecer, e isso ajuda demais no processo de cura. Você já faz algum tratamento? Abraços!

  • 03 / 08 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Rosângela,
    É bem comum um paciente não se dar com determinado tratamento ou medicação. Por isso você precisa da ajuda de um médico experiente e de sua confiança, para juntos encontrarem um tratamento ideal para você.
    Além disso, busque informações sobre a medicina integrativa, onde sai a doença como foco principal da atenção e entra o paciente inteiro – mente, corpo e espírito – no centro do cuidado. Parece simples, mas é um deslocamento gigantesco que modifica toda a prática médica, numa reação em cascata: o paciente é visto como agente responsável por sua melhora! E sim, você pode se curar e viver uma vida muito melhor!!!
    Então se você não está se dando com um tipo de tratamento, procure outro. Mas não desista! Pois só você será a prejudicada. Mande notícias. Abraços!

  • 03 / 08 / 2013
    Cacilda

    Ola, Cidália, eu sozinha não consigo me controlar, só com ajuda médica e a compreensão de meu filho.
    Fico feliz por vc conseguir controlar a SP.
    Abraços

  • 09 / 08 / 2013
    ana maria dos santos

    meu filho tem essa crise acredito que seja por causa das drogas estou com medo ´não sei como agir , se é com carinho,ou não

  • 09 / 08 / 2013
    Cacilda

    Ola ana maria , seu filho é usuario de drogas? foi como entendi, leve ele no medico e se for necessario ele sera internado.
    Não sei que cidade vc mora, mas procura ajuda pelo SUS, que eles encaminham seu filho para o tratamento.
    Aguardo noticias.
    Abraços

  • 15 / 08 / 2013
    Carol.

    Olá! Gostaria de compartilhar as minhas experiências com vocês e achar alguém que tenha ou sinta algo parecido, pra eu me sentir mais aliviada de certa forma, ou poder entender o que acontece.
    Eu tenho 19 anos e sofro com depressão e ansiedade desde os 15 anos. Passei por um momento traumático: perdi meu irmão atropelado de uma forma repentina, ele tinha 19 anos. Isso causou grande sofrimento e vem causando medos absurdos.
    Agora que cheguei na mesma idade que ele, me leva a pensar que também vou morrer repentinamente; E esse pensamento se tornou obsessivo… É constante, me oprime, me aprisiona.
    Passa o tempo todo pela minha cabeça que estou pressentindo minha morte e que está prestes a acontecer algo horrível.
    Eu também tenho vários sintomas físicos como: falta de ar, dores no peito, sudorese, pressão baixa, tremores, dentre outras coisas. Faço tratamento com antidepressivo: Escitalopram,ele me ajuda bastante, mas agora parece que os medos voltaram.
    Ficarei muito grata se alguém puder me ajudar.

  • 17 / 08 / 2013
    Alx Hudson

    Não sei se o que tenho é ansiedade ou síndrome do pânico, mas vou contar a minha história, tudo começou quando um dia eu acordei com hepatite, fui ao hospital e eles me internaram, tinha 16 anos na época, logo após ser internado eles me aplicaram um remédio na veia dentro de dois segundos comecei a vomitar e a passar mal, quando fiquei bem melhor me deram alta, e me mandaram ficar de repouso por um mễs e me tratar com remédio caseiro e de farmácia, tudo bem fiquei bom, no ano seguinte de 2008 tive hepatite novamente, na mesma época da anterior exatamente no meio do ano, fui internado de novo logo aplicaram a mesma medicação que foi na internação anterior, fiquei dois dias internado e fui transferido o médico do hospital pro qual fui transferido me deu alta e voltei pra casa, OBS:(quando estava internado sentia como se fosse morrer logo após a aplicação do tal medicamento, sofria muito devido a fraqueza que a doença me causava junto com um frio na barriga, tudo que eu comia vomitava só conseguia tomar liquido, me sentia fora da realidade) tinha esses sintomas no hospital e pensava que era normal devido o estado deplorável que me encontrava, logo voltei pra casa, só para descobrir que o tal sintoma havia se estabelecido de forma permanente, tive minha primeira crise, minha cabeça pesou o medo de tudo tomou conta de mim parecia que eu ia ficar louco pois minha cabeça parecia que ia estourar tive medo de ter derrame, minha mãe não sabia o que fazer e eu muito menos, comecei a chorar e ela ficou a noite acordada cuidando de mim, quando acordei estava com medo de sentir tudo de novo, videogame não me distraía mais, parei de ler, só ficava me observando……

  • 17 / 08 / 2013
    Alex Hudson

    ……Pra ver se não estava tendo nenhum sintoma, dormia e acordava pensando em um saída pra isso que eu sentia, ficava cansado e pra completar tenho as vezes enxaqueca com aura mas depois da primeira crise de pânico estava andando me vigiando e tinha medo até da enxaqueca, me tornei uma pessoa quase totalmente introspectiva, me avaliando de todas as formas tive a segunda crise fui parar no hospital felizmente de cara me disseram que era esse referido problema, pesquisei muito e já li muito sobre isso, aconselharam eu a ir no psiquiatra mas onde moro é difícil pela rede publica aí não fui, agora em 2013 eu já com 19 anos tive uma vez tão forte que minha mão deu caimbra nas mãos pensei que ia morrer fiquei o dia todo assim, fora da realidade com medo, respiração rápida e meu corpo oscilava entre calor e frio tomei 5 banhos pra passar o calor e logo vinha o frio eu ia pra debaixo do lençol, hoje não posso ver filme de terror que eu passo mal, violência, noticias impactantes me deixam com medo e meu coração dispara, e pior vem na minha mente de fazer mau ás pessoas da minha familia e quando vem isso tenho crises e fico com muito medo de mim apesar dos psiquiatras dizerem que isso é normal e que eu não vou fazer nada de mau a minha familia, e esse agora é o meu maior medo e também o combustível para desencadear a crise em mim, eu já pensei diversas vezes em tirar minha vida só que eu lutei e isso saiu da minha mente……

  • 19 / 08 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Carol,
    Você realmente passou por algo traumático! É muito doloroso perder qualquer pessoa de maneira tão trágica. Li seu depoimento e duas coisas ficaram muito fortes: 1) Talvez seja necessário que você procure uma ajuda terapêutica. Que vai te auxiliar a entender a maneira que esta perda refletiu na sua vida. Muitas vezes é mesmo difícil manter a força, ainda mais diante de algo assim. E isso não é sinal de força ou fraqueza, é uma necessidade de entendimento bem necessária, que vai te ajudar muito neste processo. Talvez você ainda não tenha desenvolvido um transtorno, mas se entrar num movimento de abafar seus sentimentos, poderá adoecer. 2) A vida acontece independente de nossas vontades e cuidados. Esse trabalho que realizamos aqui é justamente para conscientizar as pessoas de que a vida não depende apenas de nós. Tudo ao nosso redor está interligado de alguma maneira. E situações que vemos e pensamos “ah, não vou me importar com isso, pois isso jamais me atingirá”, muitas vezes são as que mais nos pegam de surpresa. Tragédias acontecem, são dolorosas. Mas podem ser extremamente importantes para entendermos alguns movimentos da vida. E com a ajuda correta você terá a sabedoria de transformar esta sua dor em mais e mais amor. Tanto para você, quanto para os seus próximos. Grande abraço e espero ter te ajudado de alguma maneira.

  • 19 / 08 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Hudson,
    Aqui neste espaço, trocamos experiências de vida e informações, nem aqui nem em qualquer outro lugar da internet, você terá um diagnostico sobre o que te fato está te causando este sofrimento. O que observo é que você precisa buscar uma ajuda especializada a respeito de como tratar a hepatite para que você não tenha mais estas crises. Em 2006, eu tive um problema de saúde que, por falta de informações corretas, me fizeram ter muito medo e pânico. Pensava que poderia morrer daquilo. E nossa mente, que tanto mente para a gente, só me fazia ter pensamentos cada vez mais perturbadores. Mas pergunte se eu estava indo ao médico resolver de fato a situação! Não!!! Eu ficava com medo, o que só me fazia sofrer mais e mais.
    Procurei um amigo de confiança, relatei o que estava acontecendo e meus medos. E ele me acompanhou no processo de ir ao médico correto. Pronto! Tudo resolvido.
    As vezes sofremos muito mais por não pensarmos racionalmente sobre o que deve ser feito. Se cuide. Nos mande notícias.

  • 19 / 08 / 2013
    Juliana Perez

    Tenho 20 anos, quadro de Síndrome do Pânico já recuperada na família, e de uns tempos para cá comecei a me sentir irreal, fora do âmbito normal, já não sinto mais aquela sensação de familiaridade com os lugares, pessoas, coisas, cheiros e até mesmo minha casa, parece que estou tomando banho cada dia em um banheiro novo, comida nova, mas essa impressão carrega um desconforto tremendo.
    A um tempo atrás me sentia mal e ia para o hospital, mas todas as condições físicas estavam normais, mas a sensação é de que sempre algo esta errado, que você está doente, que vai morrer, e passei a questionar o propósito da vida, o porque as pessoas nascem e morrem, já não entendo mais como me volto ao normal!!!! Me ajudem

  • 21 / 08 / 2013
    Alex

    oi pessoal hoje quando acordei tive pela primeira vez depois de 3 meses o pânico, mas eu o controlei fiz comida, entrei na net, conversei com minha mãe e disse pra ela que estava tendo uma crise de panico, ela se surpreendeu pois normalmente eu me desesperaria e choraria de medo, só o que me incomoda é a desrealização e a sensação de estar irreal e o frio, normalmente eu ficaria sem comer mas já controlo de uma tal forma que não afeta mais o meu apetite, não tomo remédio e nem aconselho ninguém a parar de tomar pois se o psiquiatra passa é porque ajuda. O que eu quero dizer a vocês que ainda não sabem como agir na hora da crise é pra vocês não ficarem tão receosos da crise aceite que você tem a doença esse é o principal meio de se curar, durante a crise tente se manter consciente sem entrar em desespero se quiser chorar chore segurar emoções não é bom, durante o tempo sem pânico evite está se preocupando demais com os sintomas do panico isso só serve para deixar a pessoa ansiosa e porventura ter uma crise, isso se faz pela substituição de pensamentos, se você pensar em dor no peito por exemplo não deixe esse pensamento ir adiante, interrompe-o por outro pensamento ou simplesmente pense eu não vou pensar nisso porque por vezes agente sempre acaba pesando em sintomas e isso deve ser evitado se você conseguir, logo dificilmente você terá problemas com esses pensamentos denovo, e durante a crise respire e durante a respiração conte de 1 até 5 e solte o ar pela boca contando até 5 isso ajuda porque o controle da respiração ajuda a acalmar o coração quando ele tá acelerado e procure ocupar sua mente com livros, revistas eu por exemplo lia dicionarios e ficava tentando gravar os significados das e isso me ajudou a impedir esses pensamentos de se estabelecerem tentem e não desistam vocês tem mais força de vontade do que pensam. fiquem com Deus tchal.

  • 23 / 08 / 2013
    Ana Maria Saad

    oi ju,
    querida primeira coisa: procure ajuda médica e terapeutica!
    Se vc se sente mal, se isso ta atrapalhando sua vida, va atras de ajuda profissional. de uma olhada nesses links que tem bastante dicas:
    http://www.pensamentosfilmados.com.br/br/servicos-que-podem-te-ajudar/
    http://www.pensamentosfilmados.com.br/br/opcoes/
    e se vc mora em sp procure esse consultorio: 3032 3445
    bjoka

  • 23 / 08 / 2013
    Alex Hudson

    Juliana Perez, me identifiquei muito com a forma com que você se sente, as vezes ainda me sinto da mesma forma que você, irreal como se estivesse fora da realidade sinto as vezes como se não conhecesse mas as coisas, nada mais me surpreendia e essa sensação de irrealidade me deixava ainda mais e mais nervoso, porém agora sinto-me irreal cada vez menos, e quanto a questionar o propósito da vida pego-me da mesma forma algumas vezes, pois sempre fui uma pessoa digamos filosófica, porém desde que eu tive a primeira crise, isso foi se tornando tipo um problema pois eu estava achando a minha forma de pensar, estranha, porém amo questionar tudo e não estou disposto a abrir mão disso por causa de uma doença, o meu conselho é procure um psiquiatra pois sei que superar essa doença sozinho(a) é barra e também existem métodos que alguns psicanalistas aplicam para as pessoas superarem esses sintomas sem eles serem substituídos por outros, um abraço pra você e fique com Deus, tenha fé você vai conseguir sair dessa situação.

  • 05 / 09 / 2013
    Helenice

    Sei exatamente compreender as pessoas que não entendem o que estou sentindo,porque um dia eu vi alguém assim e achei que era frescura.Hoje estou há dez anos sofrendo desse mal,eu não aguento mais,já não me lembro depois de tanto tempo como eu era antes de começar a sentir isso.Eu tenho medo,muito medo.De quê/Não sei,de tudo,meu corpo treme ,eu queria me enfiar num buraco e não sair mais,tenho muitas vezes vontade de tirar a vida,mas,sou cristã e sei que de nada adiantaria,mas,não sei até quando vou suportar a minha cabeça.Não consigo tocar a minha vida,fazer planos,terminar projetos,tudo que começo paro pela metade,nunca termino nada.Á 8 anos tomo medicamentos,já foram trocados,doses foram alteradas,mas,nada surte efeito,apenas me acalma temporariamente e eu vou tomando cada vez mais remédios.Já procurei métodos alternativos,já fiz muitas coisas para me livrar do transtorno,mas,estou perdendo a esperança.Estou cansada,estou com medo,estou desesperada.

  • 10 / 09 / 2013
    Geison Ferreira

    Helenice, tenha calma.
    É muito bom se abrir e colocar para fora seus sentimentos muitas vezes reprimidos. Seja bem vinda neste espaço.
    A grande verdade é que você não precisa lidar para sempre com os sintomas de um transtorno de humor. De fato existe cura! Mas é um processo individual onde você precisará buscar alternativas de tratamentos e novos hábitos para alcançar esta cura. A própria Ana Maria, fundadora deste espaço, relata seu processo de transformação e cura. Assista este vídeo aqui e veja um pouco como foi o processo dela e o quanto o buraco é mais em baixo. Grande abraço e se cuide.
    http://www.youtube.com/watch?v=5XMgy2-Nu6o (clique no ícone para visualizar as legendas).

  • 23 / 09 / 2013
    Emilly

    Me ajuda por favor… Eu tenho 15 anos e tenho síndrome do panico… É horrível parece que vou morrer a unica pessoa que consegui me controlar é meu namorado… O que posso fazer pra melhor minha síndrome?? Me ajudem estou desesperada… Obs.. Marquei um medico para o dia 11 só que ira demorar muito e to muito desesperada…

  • 23 / 09 / 2013
    Emilly

    Me ajuda por favor… Eu tenho 15 anos e tenho síndrome do panico… É horrível parece que vou morrer a unica pessoa que consegui me controlar é meu namorado… O que posso fazer pra melhor minha síndrome?? Me ajudem estou desesperada… Obs.. Marquei um medico para o dia 11 só que ira demorar muito e to muito desesperada… Passo noites em claro por causa disto preciso de ajuda

  • 25 / 09 / 2013
    keuidiridiane rodrigues mel

    eu sofro há dois anos com a síndrome do pânico desde que tive meu pai assassinado e uma doença vindo inferno e algo muito ruim pode acreditar;;;;;;

  • 27 / 09 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Emily,
    Em primeiro lugar: Sempre que as crises começarem, se concentre em sua respiração. Respire. Sinta o ar entrando e saindo das suas narinas. E foque nisso! E fique nisso pelo tempo necessário até vc perceber que está um pouco mais calma! Que bom que você já marcou seu médico!!! Um primeiro passo foi dado. Você é bem jovem, mas independente disso existem questões que precisam ser revistas. Comportamentos dos adultos, família, cobranças… As vezes não nos damos conta do quanto estamos sendo sufocados pelas pessoas ao nosso redor, inclusive as que amamos e sabemos que querem o melhor de nós! Comece a se perguntar se você está fazendo o que gosta de fazer, se está se sentindo bem e a vontade nos grupos que você faz parte. Provavelmente o médico lhe passará remédios. Ok. Mas entenda que os remédios lhe devolverão ao seu estado “normal”, mas sem mudança de comportamentos, as crises voltarão. Então aproveite e vá fundo no autoconhecimento! Abraços!!!

  • 12 / 10 / 2013
    cacia silva

    eu n sei se tenho isso mas desde de pequena tenho panico de lugares fechados e escuros quando era pequena desmaiei em um super mercado e tambem n conseguia dormir cm todas as luzes apagadas hj em dia eu consigo mas as vezes do nd me da um medo horrivel meu coraçao começa a acelerar e fico sem ar sera q eu tenho sindrome do panico?

  • 17 / 10 / 2013
    Ana Maria Saad

    cacia, seja la o que vc tem isso é um sinal pra vc iniciar a busca por si mesma! procure um bom terapeuta e mergulhe em vc! e leia esse artigo de um psiquiatra sobre sindrome do panico: http://www.amigodaalma.com.br/2013/07/08/sindrome-do-panico-a-mentira-dos-laboratorios/ bjoka

  • 21 / 10 / 2013
    anonimo

    sempre fui uma pessoa bem forte derepente me deu isso…rezei…tomei calmantes e florais…os florais sao muito bons….li muito a respeito…tentei tirar o odio de dentro de mim…sempre q isso me atacava eu rezava o pai nosso o negocio some na hora….rezo antes de dormir e estou preparada p expulsar o mau se me atacar….o q digo tenha fé em Deus….se te der ataque reze o pai nosso vcs vão ver some na hora…acho q isso deve ser macumba

  • 28 / 10 / 2013
    Geison Ferreira

    Querido anonimo,
    O que é ser forte para você? É carregar todo o peso do mundo? Ou ser forte é chegar num grau de consciência de se questionar se realmente é necessário carregar tanto peso na vida?! Amor, raiva, medo, coragem… Todas estas sensações e sentimentos são muito necessários para a nossa sobrevivência. Pois imagine se não existisse medo! Você poderia atravessar uma grande avenida sem se preocupar em olhar para os lados. Seria muita sorte não morrer atropelado! A questão é que a sociedade, religiões e condicionamentos pregam que devemos esconder tais sentimentos. O que nos deixa anestesiados, guardando coisas que na verdade ajudariam a nos libertar das prisões que nos colocamos nesta vida. Fê é fundamental. Mas até isso, o que é fê para você?! Entende como as vezes as coisas estão bagunçadas? E para todos que lerem esta minha resposta: Quando sentirem os efeitos de uma síndrome do pânico ou de qualquer outra doença, procurem um médico especializado. A fê começa aí! Grande abraço!!!

  • 04 / 11 / 2013
    Adriana Mendes de Freitas Gonçalves

    estou aqui desabafando porque parece que vou explodir por dentro à 5 meses e 14 dias perdi meu filho de 18 anos em um acidente de moto o motorista da qual provocou o acidente abandonou o local e o deixou ali no canteiro da rodovia mais teve 2 testemunha de muito credibilidade um soldado da policia militar e um sargento o qual prestou todo atendimento no local mais foi inútil pois foi morte instantânea e não tinha o que ser feito, no momento eu fui muito forte velei meu filho o enterrei mais agora me bateu o desespero não consigo dormir se não for com remédio tarja preta e ainda sim dou muito trabalho a noite pro meu esposo pois fico variando com meu filho pergunto se ele ja chegou do trabalho olho retrato de outra pessoa e vejo meu filho no retrato ainda choro muito e estou me sentindo muito mal emagraci 8 kg e não tenho mais prazer em estar em ambiente com muita gente na verdade eu queria me trancar mais eu luto contra isso pois eu tenho uma filha de 17 anos meu esposo que temproblema de saude e renal cronico e faz hemodialise e precisa muito de mim e tem tambem a noiva do meu filho que ficou que sempre esta por perto esperando por forças minha o que devo fazer.

  • 04 / 11 / 2013
    Ana Maria Saad

    Adriana, sinto muito pela sua perda!
    O que posso te dizer é: curta sua dor! Vc tem todo direito de estar triste, vc tem todo direito de se revoltar e vc precisa de colo tb! Entao nao lute contra essa dor, pq so olhando pra ela é que ela passara de verdade!
    Sei q existem grupos de apoio para pais q perderam os filhos, vc ja procurou algum? De repente te ajuda!
    E aproveite sua familia pra q vcs possam chorar juntos, se apoiarem! Vc nao tem que se a forte o tempo todo…
    bjoka

  • 14 / 11 / 2013
    maria

    e verdade nunca imaginei que fosse acontecer comigo tenho um bebe de dois meses as vezes me ataca a crise com ele no colo tenho que correr deito na cama e depois de um tempo me acalmo não sei se e assim com algumas pessoas fico uns tres dias boa quando menos espero começa tudo dnovo meu Deus oque devo fazer

  • 20 / 11 / 2013
    Geison Ferreira

    Oi Maria, é fundamental que você procure uma ajuda psicológica e terapêutica. O que acontece com você é muito mais comum do que você imagina. Mas não quer dizer que seja normal! Só que muitas mães se inibem e nunca conversam sobre essas sensações. Não existe certo ou errado, mas sim o que te faz bem e o que te faz mal. E se algo não está te fazendo bem, busque ajuda. Não se engane ou camufle o que está sentindo. Pois lá na frente as coisas podem piorar. Busque mesmo uma ajuda especializada. Grande abraço.

  • 27 / 11 / 2013
    maria jose costa

    ha quatro anos sofro com isso no inicio nao sabia o q era ,achava q ia morrer vivia no pronto socorro, passei por psicologos e alguns psiquiatras q me passaram algumas bombas,ate encontrar o medico certo ele me falou sobre o transtorno de panico.tomo medicamento hj se tiver crise ja sei q posso controlar.e horrivel senssao de ser seu ultimo momento.

  • 04 / 12 / 2013
    Carlos Eduardo Paiva

    O que acontece comico e igual ao da maioria dos depoimentos, eu ja tenho 52 anos e esses sintomas praticamente ja me acompanham a muitos anos, apesar de eu ser timido eu me considero uma pessoa extrovertida com pessoas que ja conheço e tenho afinidades, o que eu quero dizer e o seguinte, quando estou conversando brincando e principalmente quando estou trabalhando eu me sinto bem, basta eu ficar quieto sem ninguem perto de mim ai vai começando as ideias negativas, vão surgindo os calafrios e o resto vc,s ja sabem. Mas o que eu quero saber e se quando vc,s estão trabalhando isto tbm. acontece. me respondam por favor.

  • 06 / 12 / 2013
    Rute Gomes Lima

    Então, a pouco tempo eu descobri que tinha SÍNDROME DO PANICO.. mais por mim mesmo, eu não passei em nenhum medico em nenhum lugar.. descobri porque um dia eu estava tranquila em casa mexendo no Facebook dai minha amiga me chamou aqui em casa e já era 11 horas da noite.. eu sai pra ver oque ela queria ai ela começou a contar os problemas dela { que tinha brigado com a mãe dela e pá } ai do nada me deu uma dor forte na barriga como se tivesse alguma coisa la dentro se mexendo e eu sou muito medrosa qualquer coisa eu me assusto! daí eu disse pra ela esperar que eu ia avisar pra minha mãe que eu estava com uma dor muito forte ai na hora que eu entrei eu disse pra ela só que do nada me deu uma falta de ar psicologica eu pensei que estava mais não estava era da minha cabeça .. meu coração disparou e eu comecei a tremer que nem uma loca rs bebi agua e não passava parecia que eu ia morrer dai fui pro médico correndo com minha mãe, fiz um DRAAAAAAAMA meu deus! parecia tudo real, ai o médico fez todos os exames deu nada.. fui pra casa tranquila .. depois desse dia começou de novo mais sempre que vinha eu pensava isso é pisicologico não tenho isso e tals, ai passava sempre! me distraia com alguma coisa. Uma vez eu resolvi pesquisar na internet assim : As vezes eu fico com falta de ar dor no estomago e parece que meu cérebro esta perdendo o sentido oque deve ser? ” e do nada veio SÍNDROME DE PANICO, comecei a ver os sintomas, os depoimento do povo e vi que era igual o meu.. hoje eu consigo me dar as vezes né! eu penso que é pisícologico e passa mais eu só me sinto bem quando eu estou dormindo .. é issssso! não passo no pisícologo nem nada.. nem tomo remedios

  • 09 / 12 / 2013
    Ana Maria Saad

    e vc descobriu pq teve sindrome do panico? pq ruth qq doença desse tipo na verdade esconde algo q vc nao ve, se nao for algo fisico, dai a psicoterapia ser importante! ela serve para o autoconhecimento, pra q vc entenda como vc mesma funciona e a causas de estar tendo panico e qdo a gente descobre e passa por um processo de transformação naturalmente as crises cessam. entao aproveite pra conhecer praticas q te ajudarao a nunca mais ter crises, como yoga, comece lendo o livro “yoga para nervosos” do prof hermogenes q tem apoio de diversos psiquiatras e tem um belo trabalho focado na saude! boa sorte! bjoka

  • 09 / 12 / 2013
    Ana Maria Saad

    querido vc sofre do mal de nao conseguir ficar com vc mesmo.
    o que é um problemao ja q vc vai estar com vc mesmo aonde quer q vc va!
    por isso va fazer exames medicos, descartado problemas fisicos busque fazer psicoterapia da linha bioenergetica ou transpessoal pq sao mais modernas q te ajudarao no autoconhecimento e a despertar o auto amor!
    qdo vc ta bem com vc mesmo, nao importa se vc ta no trabalho, sozinho, a multidao, vc simplesmente se sente bem. ate mesmo qdo acontecimentos externos fortes, como perda de emprego, ou morte de alguem querido acontece, mesmo assim por mais q vc se emocione vc nao se desespera.
    entao indico q vc tb busque conhecimento acerca do que é ser sre humano! comece pleo livro “yoga para nervosos” do prof hermogenes, e busque praticas de meditação q te ajudarao a entender pq vc nao consegue ficar com vc mesmo.
    e ainda bem q vc percebe isso, pois assim podera iniciar uma viagem de transformação incrivel!
    boa sorte e aproveite a viagem!
    bjoka

  • 16 / 12 / 2013
    yara

    Eu tenho 3 filhos maravilhoso um marido bom…mas não tenho alegria ao mesmo tempo que tenho eles eu mim sinto só nada mim agrada mais…..é uma tristeza tão grande um vazio eu só faso chorar…..e tento viver por eles que precisa de mim…a minha filha diz mamãe eu ti amo isso mim faz querer viver…eu já não saio mais é do taque pro fogão pareço subir dentro de casa…..faço graça pra eles não ver que eu a mãe deles sofre tanto…..não gosto de mutirão não ando de ônibus mais não vou ao mercado tudo porque dou essas crise é uma menti tão poluída tão negativa….tudo é será que vai acontecer ai acontece…não vivo vegeto e não tenho condição nenhuma pra mim tratar….não consigo sentir nada de bom quando ganho algo parece que arrancaram a minha alma e ficou só o corpo…..e quando acho uma consuta pra mim da tudo errado…….eu preciso cuidar dos meus filho eles são tão bonitos eles precisa fazer as consuta deles e eu a mãe não consigo nem levar eles por ter isso é muito triste…fico 24 hora a disposição deles….eu queria poder levar eles pra escolar…ainda bem que é perto eles vai só…mas não era isso que eu queria..não desejo isso nem pro inimigo a pesar de não ter nem amigos…sou uma pessoa muito só….dentro de casa….é muito triste :’( as pessoa mim pergunta quantas horas eu demoro tanto tempo pra responder…vivo no mundo da lua pra mim tanto faz….não mim alegro com presente com nada nada……natal não to nem ai…..eu ainda penso que isso vai mudar…porque eu não era asim….mim apareceu isso depois que mim juntei com meu marido…..eu antes não tinha isso era normal…..saia de ônibus ia nos mercado praia…etc preciso de ajuda….mim ajuda…

  • 18 / 12 / 2013
    Cacilda

    yara li e reli seu relato e fiquei confusa, me desculpa, mas é que no final vc escreveu que ficou com esse problema depois que foi morar com seu marido ( como vc escreveu: “Apareceu isso depois que me juntei com meu marido”)
    E como no começo vc escreveu que tem um marido muito bom???
    Mesmo sem entender, te aconselho a procurar um medico pelo SUS, CAPS, caso tenha na sua cidade e buscar ajuda.
    Mais pessoas vão responder aqui e te aconselhar, mas todos vão te aconselhar a buscar ajuda médica.
    Espero que vc fique bem ok..
    Abraços

  • 19 / 12 / 2013
    Ana Maria Saad

    Querida Yara:
    Busque ajuda médica! Um bom médico ira pedir exames pra ver se está tudo certo com seus hormonios, se vc nao esta anemica, se sua tireoide esta bem. E busque ajuda psicoterapeutica, a terapia te ajudara no autoconhecimento e isso será a chave pra q vc viva sua vida bem independente das circusnctancias externas!
    bjoka

  • 07 / 01 / 2014
    alice

    meu Deus, meu coraçao ta queimando sinto medo de tudo, quelque coisa mim faz medo,vou morre

  • 08 / 01 / 2014
    Ana Maria Saad

    alice, busque ajuda médica e psicológica! nao precisa ficar sofrendo assim sozinha sem tratamento! bjoka

  • 09 / 01 / 2014
    Mariane

    Quando me casei fiquei tão ansiosa que sentia dor no peito achei que poderia dar um enfarto a qualquer momento,a uma semana passei muito mal,estava dormindo quando acordei com uma falta de ar,coração acelerado,tremor e frio.

  • 10 / 01 / 2014
    Ana Maria Saad

    mariane, e vc buscou ajuda medica e terapeutica? como foi e esta sendo seu processo de melhora?

  • 23 / 01 / 2014
    araci ferreira ramalho

    Minha filha está com este problema ´sndrome do pânico estou muito preocupada por que não sei a causa de tudo isso e como cuidá-la .A mesma me disse que sente uma sensação muito forte tomando seu corpo caração acelerando de mais furmigamento nos braços uma sensação muito ruim.Gostaria de saber alem dos remedios qual outra maneira de tudo isso passar.peço ajuda quem puder acradecerei eternamente.

  • 02 / 02 / 2014
    Geison Ferreira

    Oi Araci,
    É importante entender que o tratamento médico (remédios) precisa estar alinhado com o tratamento terapeutico. Pois os remédios “devolvem” o paciente para seu estado “normal”, mas sem entender as causas que o levaram a adoecer as crises voltarão em seguida. Por isso ouvimos falar tanto de pessoas que “vivem a base de remédios”, ou que “os tratamentos duram para sempre”. Mas isso só acontece quando a pessoas não vai a fundo no autoconhecimento. Grande abraço e parabéns por estar ao lado de sua filha.

  • 09 / 03 / 2014
    maria das graças pinheiro de almeida

    Tomo medicamento muitos anos, agora estou com o aplasolam , mais ou menos 8 anos, tive depleção, fiz um tratamento de quase, 4 anos tomando 4 medicamento controlados, já tente o suicídio 4 vezes, agora graças, não sinto mais estes pensamentos, mais continuo, o esse medicamento, ultimamente acordo com vontade de vomitar, tonteiras, mal está, e sem fome , já tive no psiquiatra, e eles acham que é o medicamento, pois já estou viciada e o mesmo não faz mais efeito, e querem trocar por outro, que acabei comprando mais me senti mais mal ainda, o nome é fluoxetina, e eu deixei de tomar, estou pensando e fazer um exame ressonância magnética, na cabeça pois já acho que tenho algo ruim na mesma, eu queria muito deixa de tomar tantos medicamentos, mais não consigo, meu sono não é bom, minha vida ser tornou só tristeza, eu posso contar nos dedos quando fico feliz, tudo que acontece de ruim ou eu tenho que resolver, já fico ansiosa, ai me dar tonteira,vertigem,vontade de vomitar e suor nos pés e mãos, já não estou conseguindo viver com isso, pois os médicos só passam medicamentos, e eu já nem consigo mais engoli. por favor queria muito que vc acha-se o que eu tenho mesmo. agradeço se vc pode-se me ajudar com minha situação GRAÇA..

  • 22 / 03 / 2014
    Cacilda

    Oi Maria Das Graças,
    Pelo que vc escreveu, vc apenas passa em psiquiatra e toma os remédios.
    Vc tem que fazer terapia com um psicologo , eu fiz psicanalize durante 2 anos, e hoje tomo apenas um rivotril a noite.
    Mas tento diminuir a dosagem, corto ele ao meio .
    Espero que vc fique bem, e dê noticias ok.
    Fique com Deus.
    Abraço

  • 24 / 03 / 2014
    yasmim

    Eu tenho síndrome do panico !!
    Pra vc que fica com mandando mensagem pra mim !!!

  • 26 / 03 / 2014
    Everton Pires

    Isso acontece muito comigo e somente agora percebi que era sindrome do panico,depois de uma noite quando eu fiquei 3 horas com todos esses sintomas juntos,foi horrivel,quando consegui dormir foi um alivio pois sentia meu corpo muito quente com minhas mãos dormentes, minha cabeça “esfriava” e era tanta agonia que ja tive vontade de me matar para isso acabar de vez.Tudo começou as meus 10 anos quando olhei um email religioso onde uma criança dormia e falou com Deus,falou que a criança precisava ir com ele, entao ela acordou escreveu uma carta para seus pais que ia com deus para o ceu quando fosse dormir, ai começou, quando fui dormir comecei a lembrar dessa mensagem e pensei,será que eu vou morrer dormindo? e isso vem me perseguindo até hoje,o medo de morrer e o medo de ter este medo é para mim a pior sensação que um ser humano pode ter, tinha vontade de vomitar mas não conseguia,quando conseguir contar aos meus pais foi um alivio muito grande, fui a varios medicos e nenhum descobrio o que realmente era,até minha mãe me levar a um pediatra,desde que tinha 2 anos eu ia nele é como um medico da familia,então ele me fez umas perguntas e então pedio para eu me retirar sala e esperar, meus pais sairam com uma cara não muito boa e combum remedio nas mãos,tambem não me disseram o que era,e este remedio durou 1 semana mas depois issilo passou e nao tive mais ataques,até infelismente ver um acidente grave onde o samu tentou salvar um homem de um acidente de carro,ao ver aquilo,tudo voltou,o medo ,o calor ,as sensações ruins e tudo.Agora finalmente descobri que era sindrome do panico ao ver na internet os mesmo sintomas que o meu,tenho 18 anos e convivo com isso toda santa noite,o interessante que raramente acontece de dia,somente a tarde e em quase todos os casos a noite, mas não tenho coragem de dizer esse meu problema de novo para meus pais kkkk,lembro de tudo que eles fizeram no passado,todos os sacrificios como faltar o trabalho e um casamento para me levar ao medico,nao quero que eles sofram de novo mas sinto que esta pior e estou cada dia mais confiante que só a morte vai me livrar disso,e com isso vem aquele medo :( .Então quem tiver com essa doença tem muita força e procure um proficional que voçê vai melhorar.No meu caso eu procuro rezar como nunca tentando para com os sintomas e pensar em qualquer coisa para isso parar.

  • 26 / 03 / 2014
    Geison Ferreira

    Oi Everton, ter fé é muito importante na nossa vida. Mas pense: Imagine que você está de um lado da calçada e precisa atravessar para o outro. O que você faz? Reza? Se ajoelhar e pedir para Deus, provavelmente ficará encorajado a atravessar a rua, mas ainda assim precisará tomar uma atitude: Atravessar a rua! Enquanto você não procurar (e encontrar) um especialista que te ajude a entender as questões que te levaram a adoecer, você ficará sempre refém da doença. E qualquer dia desses um fato (como o acidente que você presenciou) vai ser um estopim para que os sintomas voltem com tudo e te deixem em crise. Pergunte aos seus pais sobre o que o médico disse naquela época. Se eles sabem dos seus sintomas, deveriam trocar o silêncio pela vontade de te ajudar. Mas ainda assim não dependa apenas deles. Vá atrás. Atravesse. Grande abraço.

  • 26 / 03 / 2014
    Everton pires

    Eu voltei a comentar porque descobri que medicamento eu tomava quando criança e tinha as crises ,e o remédio era nada, somente um remedio sem absolutamente nada de especial,e me lembro que ele tambem nao tinha gosto e meus pais me falaram depois da conversa que tivemos utimamente, e o que me fez ficar anos sem ter, o que eu chamo de ataques, voltar foi a minha mente,acreditei profundamente que o “medicamento” que eu tomava iria me livrar de tudo, mas ele não fazia nada era só a mimha fé que o remedio tinha me curado ,até tudo voltar, e já me sinto melhor conversando com eles e sabendo que isso é uma doença e tem cura.Porque o pior era saber que o unico jeito de acabar com isso não era nenhum medico ou medicamento, mas sim Eu,somente eu e minha força de vontade.

  • 28 / 03 / 2014
    Ana Maria Saad

    Everton querido vc experienciou aquilo que já é cientificamente comprovado e mto estudado: o efeito placebo. Sabe que um grupo de médicos reuniu pacientes com problemas no joelho e em metade deles os medicos fizeram a cirurgia mesmo e na outra metade apenas fingiram que fizeram, e o resultado é que a metade q nao foi operada de verdade se recuperou também e as vezes até melhor do que a que foi operada de fato. O efeito placebo é incrivel! as vezes basta vc ter afinidade pelo medico que t trata e pronto, o processo de cura se inicia!
    A cura realmente esta dentro de nos, pq carregamos saude em nosso ser!
    bjoka e obrigada por contar sua experiencia enriquecedora!

  • 28 / 03 / 2014
    Ana Maria Saad

    querida, acabei de falar pra uma outra querida que so remedios nao curam ninguem. se vc tivesse tido um problema de coracao e precisasse operar, se vc continuasse na vida sedentaria, comendo mal, de que adiantaria a operação e o remedio? mas mtos medicos nao sabem orientar direito… por isso seja impaciente! nao fique de paciente esperando q eles resolvam sua saude!

    o remedio ode aliviar o sofrimento, mas se vc quer mesmo melhorar va fazer terapia nas linhas da bioenergetica, transpessoal, terapias holisticas, que te tratam de maneira total e te ajudam a mergulhar em vc, nas causas da doença. va fazer yoga,meditação… obvio q seu cerebro ta com problema, mas pra ele chegar a esse estado algo aconteceu…

    assista nossos filmes e entrevistas que vao te ajudar, no link abaixo:

    http://www.youtube.com/watch?v=xgAnAqjtoWA&list=UU9HM98J8Z3Ch5wlKZjkKVJw

    http://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g&list=UU9HM98J8Z3Ch5wlKZjkKVJw

    http://www.youtube.com/watch?v=bsTNst6h31U&list=UU9HM98J8Z3Ch5wlKZjkKVJw

    fuça no nosso canal no youtube q tem bastante coisa e se vc mora em sp ligue na clinica de bioenergetica: (11) 30323445

    bjoka

  • 28 / 03 / 2014
    Everton Pires

    Queria mencionar tambem que eu li na internet que algumas pessoas tem agorafobia,o que é o medo de ter medo,eu tenho isso,e tbm tenho crises de ansiedade e talvez essa sindrome pq os sintomas pioraram com o tempo, agora o que eu notei foi que muita gente que tem sp tem crises emblugares como um supermercado ou shopping mas eu nao tenho,so quando estou em casa a noite,sera pelo meu medo de morrer dormindo?( pode parecer besteira mas isso foi o que me fez ter essas crises quando criança), gosto de ir ao shopping sair de casa e esquecer isso mas quando chega de noite fico muito ansioso e vem o medo junto ao aperto no peito,uma agonia, me digam se isso é sintomas de sindrome do panico porque eu teria certeza porfavor me ajudem, tendo certeza vou pedir aos meus pais um jeito de algum tratamento ou medicamento, até agora o pior é ter esse. medo que uma crise aconteça.

  • 13 / 04 / 2014
    Cacilda

    Boa noite, Everton
    O que posso te dizer que ja tive esse medo que tem, de ficar em casa sozinha, mas não de morrer era medo de ouvir vozes e ver vultos.
    Depois foi piorando, e tinha sensações estranhas, como se fosse ter um AVC e morrer.
    As vezes pensava que estava ficando doida, pq ninguem acreditava em im.
    Como demorei p procurar ajuda, tive que fazer uso de remedios e terapia.
    Se vc tem SP só um medico especialista no assunto vai poder lhe responder.
    Converse com seus pais e peça ajuda..
    Torço para que não seja, mas se for vc com acompanhamento medico vai melhorar.
    Fico torcendo por vc, e dê noticias ok.
    Abraço

NOME  
 
e.mail  
 
mensagem